Segurança realiza ação de combate à criminalidade em Sena Madureira

Postado em 13/06/2017 16:31:48 Assessoria Polícia Civil

A Polícia Civil deflagrou na madrugada desta terça-feira, 13, a 2ª fase da Operação Purus em Sena Madureira, com propósito de retirar de circulação ativos criminais e pessoas em conflito com a lei. A ação segue o planejamento da Secretaria de Segurança Pública que visa desarticular as organizações criminosas na capital e no interior do estado.

A operação policial foi executada nas primeiras horas desta terça-feira pela delegacia-geral do município, que envolveu 90 agentes de Polícia Civil, três delegados e seis escrivães. Na ação foi  utilizadas 23 viaturas e uma lancha, para o cumprimento de alvos localizados a margem dos rios Yaco, Purus, Caeté e Macauã.

As medidas judiciais contra pessoas em conflito com a lei visa o combate ao roubo, tráfico de droga, associação para o tráfico, associação criminosa, estupro e homicídios. Durante operação foram apreendidos quatro menores, 13 pessoas presas, 10 armas fogos, quatro barras de maconha e 77 trouxinhas de cocaína, aparelhos celulares, comprovantes de deposito de contas bancárias e uma lista com os nomes de pessoas ligadas ao tráfico de drogas.

O secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, reforçou sobre a importância das ações de combate à criminalidade naquela região. “Há algumas semanas estivemos em Sena Madureira, assumimos o compromisso de fortalecer o policiamento. Já estamos em andamento com a questão da entrega da delegacia, estamos no processo de melhoria da infraestrutura. Mas, no comprometemos de imediato em fazer uma operação ali. Fizemos essa ação na madrugada e resultou na retirada de pessoas de circulação”, disse.

O secretário de Polícia Civil, Carlos Flávio Portela, afirmou que a ação ainda não foi concluída e que mais pessoas devem ser presas nos próximos dias na região do Vale do Purus. “Vamos intensificar as ações em Sena Madureira, em Manoel Urbano e Santa Rosa do Purus, em todo o Vale do Purus, cumprindo diversas operações. Essas pessoas presas estão vinculadas aos crimes de assalto, roubo, tráfico de drogas e homicídio”, alegou.

editorial

Decisão “nefasta”

 

Classificando como “nefasta”, o deputado Raimundo Angelim subiu à tribuna da Câmara dos Deputados para alertar que a resolução do Governo Temer em vetar obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) poderá incluir também a construção da ponte sobre o Rio Madeira, atingindo em cheio o Acre. Como se está ...

Leia mais...

clima

Rio Branco - AC
agazetanofacebook