Tem direito e crédito – Jornal A Gazeta

Tem direito e crédito

A Petrobras ou quem de direito pode e deve recorrer contra esta decisão da Justiça Federal, que atendeu ação civil do Ministério Público Federal, suspendendo todas as atividades que vinham sendo tomadas para a exploração de gás natural e petróleo na região do Vale do Juruá entre os estados do Acre e Amazonas.

O Governo do Acre já se manifestou e, com razão, lamentou a decisão por sustar uma alternativa viável de desenvolvimento econômico e social para o Estado.
Como o próprio Governo tem-se manifestado ao longo dos últimos anos, ao contrário do que possa representar, esse polo de prospecção não acarretará danos ao meio ambiente nem tão pouco às comunidades que vivem em seu entorno. De modo especial, a prospecção de gás natural.

A garantia disso é o que se vem fazendo há décadas no estado vizinho do Amazonas com a exploração do polo de Urucum, que já está em franca operação e nem por isso tem causado algum desastre ambiental.

O Ministério Público precisa se inteirar melhor sobre a questão e rever sua posição para não se deixar levar por alarmismo. Conservando mais de 80% de sua floresta, o Acre tem direito e crédito de buscar outras alternativas para seu desenvolvimento sem riscos ambientais.

Assuntos desta notícia