Vale a pena acreditar no Amor – Jornal A Gazeta

Vale a pena acreditar no Amor

Olá, tudo bem?

Como vai Você?

Será que realmente vale a pena acreditar no amor? Investir no amor? Amar e ser amado?

Provavelmente após algumas desilusões amorosas e sofrimentos, algumas pessoas passaram a desacreditar no amor. No entanto, ainda existe uma grande parte que acreditam e vivem o amor, outros já experimentaram e desejam viver novamente, e existe aqueles que anseiam saborear deste lindo e transformador sentimento.

Sinceramente, vale a pena acreditar e entregar-se ao amor. Olha só, sermos otimistas no amor significa acreditar que, apesar das dificuldades, o amor é capaz de satisfazer os desejos mais profundos de compreender e ser compreendido, de valorizar e ser valorizado, respeitar e ser respeitado, de dar e receber.

Ouso afirmar que nós, seres humano, temos uma necessidade de poder se relacionar com uma pessoa a quem diga, através de palavras e gestos, “eu te amo” e de quem ouça verdadeiramente: “Eu também te amo”. Neste momento o nosso interior se enche de paz, transformando e suavizando o semblante, levando brilho e contentamento aos olhos e ao coração.

Mas amar é mais que um sentimento é também comportamento, afinal, nada adianta dizer que ama, se as atitudes mostram o contrário. Quando realmente amamos, evoluímos todos os dias, buscamos naturalmente conhecer o outro mais profundamente, construímos juntos um lugar onde as pessoas, ao entrar, irão sentir que ali existe paz, vida, harmonia, respeito, confiança, carinho sincero e vontade cada vez maior e maior de acertar.

Isso quer dizer que eles nunca tiveram ou terão problemas? De forma alguma! Todos nós temos problemas. Mas quando o amor é verdadeiro, os problemas não dominam, não permanecem, eles são solucionados, perdoados. São nestes momentos de crise ou de mágoa, que corajosamente e de forma assertiva dizemos onde fomos ofendidos, o que ele fez que tanto nos magoou.

Mas Claudia, e quando não conseguimos falar sobre a nossa dor?

Deixe-me te dizer uma coisa, não guarde e nem tão pouco acumule lixo dentro de você. Lugar de lixo é no lixo. Quanto mais lixo dentro de você, mais sofrimentos, dores e mágoas, pois a mente se encarrega de dar as piores interpretações, adoecendo a alma, alimentando e contaminando o coração e consequentemente o seu comportamento, pois aos poucos sem perceber você começa a se afastar do seu parceiro, perdendo assim a intimidade tão importante na relação. Então, o que está esperando? Se no momento estiver vivendo algum problema em seu relacionamento, procure a hora certa de falar, e fale, abra o seu coração de forma inteligente. Retire o lixo de dentro de você.

Outra coisa, na construção desta relação, observe os momentos de dor, pois dizer “eu te amo” é talvez não dizer nada, apenas estar ao lado, apoiando e fortalecendo. Demonstre sem nada dizer, que você estará ao lado do seu parceiro aconteça o que acontecer.

Existe pessoas que sente muita dificuldade de reconhecer erros, talvez por orgulho, não sei. No entanto, quando o amor é verdadeiro, até o orgulho é quebrado, e ao afirmar admitindo que errou, é a melhor maneira de dizer “eu te amo”. Vamos lá, faça o teste e diga a pessoa amada: Desculpe-me, eu errei.

Será tão simples assim? Sinceramente, SIM! Acredito que quem complica tudo somos nós, que não abrimos mão do orgulho, das mágoas, que nos calam ou nos faz explodir ferindo e sendo ferido, passando na cara a dor causada, o passado que insiste permanecer no presente, estragando tudo, e impedindo-nos de darmos passos construtivos para o futuro tão presente e de crescermos como pessoas.

Quanto a você que não acredita mais no amor, devido as frustrações de um relacionamento anterior, até quando permanecerá afetado? Vale realmente a pena permitir que este rancor tire de você a esperança de conhecer o amor de verdade? Irá deixar de viver um outro amor por causa de um desencanto? Seja maior do que tudo isso, resolva suas dores, abra o seu coração, coloque um sorriso no rosto, retome o brilho nos olhos e no momento que acontecer, permita-se amar e seja amado, acredite que a vida lhe prepara surpresas maravilhosas.

Jamais esqueça que é você que escreve a sua história, sim, você é o autor e tem a oportunidade de escrever e viver a mais linda história de amor.
Vale a pena acreditar no amor.

Um grande abraço!

Fica com Deus.

Claudia Correia
Terapeuta de Adolescentes, individual e de casais. Apresentadora do Programa Como Vai Você? Palestrante, Conferencista e Escritora.
E-mail: claudiacorreiamt@hotmail.com
Fanpage: Programa Como Vai Você?

Assuntos desta notícia