Política local 26/11/2009

“Ninguém vai se eleger com menos de 4 mil votos na coligação PT-PDT”.
 
Previsão do deputado Josemir Anute, ontem na Aleac.

Faltou a varinha
A explanação técnica com slides feita ontem pelo governador Binho
  Marques na Aleac aos vereadores, sobre o projeto de desenvolvimento
  “Pró-Acre”, é a mesma que o secretário de Planejamento, Gilberto Siqueira, costuma apresentar, com números e metas superdimensionados nas suas palestras. Só faltou a famosa varinha mágica a laser do Siqueira, que transforma o Acre numa Suíça.

 Dados sem consistência
Como é que no Acre temos apenas 38% de famílias pobres? A maioria dos acreanos (basta visitar os municípios e os bairros periféricos) se encontra abaixo da linha de pobreza. O dado do governo não resiste a uma ida no bairro Ilson Ribeiro.

Não rende votos
O governo Binho Marques é a cara do “Pró-Acre”: técnico, certinho, cheio de números, de planos, tudo nos mínimos detalhes, mas não rende votos, porque não é uma administração que alia o trabalho à política partidária, um problema para a FPA em 2010.

Apertar o nó
O prefeito Angelim deveria apertar o nó da gravata do secretário de Saúde, Pascal Khalil, porque está faltando médico nos postos de Saúde do município e as reclamações são gerais.

Ninguém entende
O prefeito Angelim é um bom prefeito? É, sem a mínima dúvida. Mas, tem algo que não se entende: gasta uma fortuna para fazer concursos públicos e não contrata os aprovados. Não faça então, para não gastar e nem gerar expectativas.

Orelha ardendo
Onde se chega numa roda política, seja na Câmara (principalmente nesta) ou na Assembléia, a orelha do secretário de Finanças da PMRB, Geraldo Pereira, arde com acusações de ter a máquina municipal a serviço de sua candidatura a deputado estadual.

Análise falsa
É falsa a teoria que se ouve sobre o suposto prejuízo com o poderio da sua campanha: quanto mais voto o Pereira tiver, melhor para os demais candidatos da aliança PT-PDT. Quanto mais cabra mais cabrito, isso é do abc da política.

FPA agradece
O deputado N. Lima (DEM) falava ontem, na Aleac, sem segredo, que Márcio Bittar (PSDB) poderá até ser o candidato ao Senado, mas não terá o apoio do seu partido. A FPA vai agradecer penhoradamente se isso acontecer.

Coca-cola faturada
Quando o presidente da Câmara Municipal de Rio Branco, Jessé Santiago (PSB), se preparava para falar ontem na Aleac no encontro que reuniu 185 vereadores, apostei que citaria a “Parábola da Lareira”: não deu outra, ganhei uma coca-cola.

Páreo duro
O instituto de pesquisa “Antonhão”, da presidente do PSC, Antonia Lucia, voltou a colocá-la em primeiro lugar para deputada federal. É um páreo duro ao instituto contratado pelo PT, que deu a vitória da Jaciara Rodrigues (PT) para prefeita de Feijó.

Sem medo do debate
O projeto original do senador Tião Viana (PT) sobre a mudança do fuso horário já previa uma consulta popular, daí porque votou a favor no Senado. Quanto ao referendo é da democracia o debate das idéias, do qual o Tião nunca fugiu.

Sem agressão
Só que tem que ser um debate técnico, sem achismo, sem partidarizar: até agora não conheço um caso concreto de alguém que foi prejudicado, que teve um prejuízo financeiro, por causa da troca do horário antigo pelo que está em vigor.

Cavalo selado
O vereador Raimundo Vaz (PRP) está deixando o cavalo passar selado em não ser candidato a deputado estadual.

Gambá faz festa
Na sua pregação de ontem, o conselheiro do TCE, Antonio Malheiros, pediu que os vereadores não sejam “cães bravos” na fiscalização dos prefeitos. Malheiros, se com “Pit-bulls” dá gambá em alguns galinheiros, imagine, se os cães forem dóceis!

Algo de prático
Enfim, saiu algo de prático na defesa dos estudantes que fazem medicina na Bolívia: o vereador Astério Moreira (PRP) apresentou um projeto que permite que os que cursem o último ano possam fazer o estágio nos postos e centros de Saúde da PMRB.

Chuva no molhado
No mais, tudo que se falou sobre este assunto foi chuva no molhado: para o estudante ganhar o CRM vai ter que continuar a se submeter às provas práticas e escritas e ser aprovado, para que não se tenha péssimos profissionais de medicina.

DNA petista
O deputado Thaumaturgo Lima (PT) é petista de DNA: se torce todo quando a oposição ataca o governo do seu partido e o projeto da FPA, não deixando na tribuna nenhuma das críticas sem resposta.

Apoio importante
O ex-deputado Ronald Polanco (PT) é outro que vai apoiar o candidato a deputado Ermício Sena (PT), cuja candidatura vai se sedimentando aos poucos.

Participação direta
O deputado federal Gladson Cameli (PP) teve participação direta nos debates que redundaram na queda da tarifa de energia elétrica a partir do próximo mês.

Presente de Natal
O vereador Alysson Bestene (PP) ganhou R$ 500 mil de emenda do deputado federal Gladson Cameli (PP), a ser aplicado nas escadarias dos bairros 6 de Agosto, Cadeia Velha e, em uma praça no bairro Santa Cecília.

Outro aquinhoado
Outro que ganhou emenda no mesmo valor foi o vereador Juracy Nogueira (PP), que vai destinar à construção de uma lavanderia no bairro Taquari.

 Dois prefeitos
Essa aconteceu em Brasília numa audiência dos prefeitos acreanos no Ministério de Defesa: o ministro pediu que cada um se apresentasse e nominasse o município. Chegou no Nílson Areal que se apresentou como prefeito de Sena Madureira. Na vez do Wanderley Zaire, ele se disse também prefeito de Sena. Espantado, o ministro riu: é o primeiro município que vejo com dois prefeitos!  Risadas gerais!

Assuntos desta notícia


Join the Conversation