Polícia Federal prende dois que restaram acusados de matar PM durante assalto a Loja

preso
Policiais federais prenderam na tarde de sexta-feira, 20, dois últimos assaltantes acusados de matar o policial militar Edvânio da Silva Figueiredo, 33 anos, em assalto a uma loja no bairro Cerâmica, no último dia 9 de novembro.

O assaltante Gilssem Berg  da Silva Braga, 22 anos, e um adolescente de 17 anos que estavam foragidos foram presos na fronteira do Acre com a Bolívia, quando entravam pela tranca entre Epitaciolândia e Pando Cobija.

Segundo informações do delegado Frederico Portela, da Polícia Federal, a prisão dos acusados foi possível através de uma investigação do departamento de inteligência da PF, que descobriu que Gilssem Berg e o adolescente estariam na Bolívia e com ajuda da polícia boliviana passaram a monitorar os acusados.

Quando na tarde de sexta-feira, 20, os dois resolveram atravessar a tranca entre Epitaciolândia e Pando Cobija e foram presos.

Os dois foram levados à delegacia da Polícia Federal em Epitaciolândia, onde confessaram terem participado do assalto a uma loja, uma joalheria e uma casa lotérica no bairro Bosque e duas distribuidoras.

Assalto seguido de morte – O crime aconteceu no último dia 9 de novembro, por volta das 18h, quando três homens armados invadiram uma loja e o policial militar tentou impedir o assalto trocando tiros com os assaltantes.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation