Trabalhador é executado com tiro de escopeta no peito

O crime aconteceu por volta das 5h30 de ontem,  quando o diarista Geovani Sussuarana, 35 anos, caminhava na Avenida Getúlio Vargas, nas proximidades da ponte do bairro Raimundo Melo, quando foi atingido com um tiro de escopeta no tórax.

A vítima foi socorrida por uma equipe de paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), levada ao Pronto-Socorro, vindo a morrer quando era preparado para ser submetido a uma cirurgia de emergência.

A polícia ainda não tem pistas do assassino e nem os motivos para o crime.

Uma testemunha teria informado à polícia que Geovani estava em um bar, quando discutiu com estranhos e resolveu sair do local.

Quando caminhava na Avenida Getúlio Vargas, um táxi com três homens dentro se aproximou do diarista e uma pessoa desceu do veículo armada com escopeta e atirou à queima-roupa. Em seguida, entrou no táxi novamente e saiu em velocidade.

O crime será  apurado pela delegacia da 5ª Regional.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation