Mais um Prêmio Campos Pereira

Pela 5ª vez estará ocorrendo o Prêmio Destaque Esportivo Campos Pereira, onde os melhores atletas das principais modalidades praticadas no território acreano estarão sendo homenageados pela campanha que fizeram durante a temporada.

Alguns irão reclamar, normal, outros falarão sobre injustiça, o que é mais normal ainda. E para reforçar minhas palavras cito o mestre (quase Doutor) Francisco Dandão, quando afirma: “o futebol, e outros esportes, perderiam toda sua alegria e furor se não houvessem os gols impedidos, as ‘mãos de Deus’ (referindo-se ao gol de Maradona e alguns outros que vieram depois)?”.

Sempre dentro da lisura, a Asso-ciação dos Cronistas Esportivos do Acre – ACEA – tem tentado desenvolver esta eleição no mais possível senso do justo, porém dentro de 26 cabeças existem o senso do melhor e pior que são diferentes. Nunca duas pessoas irão pensar igual, o que torna a humanidade impar entre os demais seres do planeta Terra.

Agora falo sobre o meu critério de voto. Quando existem dois atletas que atravessaram o ano inteiro em duelo constante, meu voto usa o critério daquele que mais se empenhou na conquista do título. Se houver empate neste critério, uso de quem demonstrou maior dom desta modalidade. Se mesmo assim o empate persistir tento ouvir a voz dos sábios, ou quem acompanhou melhor a modalidade, perguntando entre as linhas sobre os atletas. No último caso faço igual aos covardes: “cara ou coroa”.

Nestes quatro anos que antecederam esta edição, pude ver pessoas simples vibrarem como se tivera nascido o primeiro filho, pessoas de poder aquisitivo se emocionarem diante da lembrança ou homenagem. Porém nenhum momento para mim é tão forte quando no momento em que são chamados aqueles que escreveram “em ações” a história do esporte acreano. Alencares, Toniquinhos, Auzemires, Dandãos, entre outros titãs do esporte local, pas-seando pelas passarelas do prêmio, recebendo justa homenagem.

O momento mais aguardado do prêmio Campos Pereira é, sem dúvida, quando são anunciados os campeões do Destaque Esportivo (melhor atleta em todas as modalidades no ano) e o Revelação (quem surgiu na temporada). Atualmente são feitos quase que campanha eleitoral, no boca-a-boca, para tentar levar o título. Já insistiram em transferir esta responsabilidade para a ACEA, porém verdade seja dita, nada melhor que o voto popular pelo melhor. Se haverá injustiça? Paciência. Até o dia 4, no estádio Arena da Floresta.

Ramiro Marcelo é jornalista e presidente da Associação dos Cronistas Esportivos do Acre.
[email protected]

Assuntos desta notícia


Join the Conversation