Rede TV! promove um carnaval fora de época no seu telejornal

A apresentadora Renata Maranhão usou calça branca, justa, com blusa estampada colorida na apresentação do “Leitura Dinâmica”, edição de segunda-feira, na Rede TV!. E ela ali, saltitante, de um lado para o outro no cenário virtual.

Muito provavelmente já integrada ao espírito do réveillon e do carnaval que vêm por aí. Mas não pode. Rainha de bateria nenhuma chegaria a tanto.
Já disse e repito: dá até medo de, um dia, essa moça sair dançando e soltando beijinhos.

Ibope insignificante no horário, mas não deixou de ser uma aula para os estudantes de Comunicação.

Uma aula… de como não deve ser um telejornal. Não passa seriedade.

O “Leitura Dinâmica” já se mostrou um jornal moderno,  ousado para os padrões convencionais, mas não pode abusar. Passou feio do ponto.
Não fosse isso, talvez até como castigo dos deuses, nunca se registraram tantos erros técnicos e operacionais.

Queimando o filme
A Globo, meio que assim de repente, entrou em cartaz o “Festival Lázaro Ramos”. É ele e mais ninguém.
Só neste final de ano foram “Decamerão, a Comédia do Sexo”, “Ó Paí Ó” e “Dó-Ré-Mi-Fábrica”.
E isto porque o banco de elenco do Projac é dos mais recheados e dotado de opções diversas.
Complicado imaginar se assim não fosse.

Prêmio de consolação
A festa do Brasileirão, que o SporTV transmitiu na segunda-feira, foi mais uma vez lamentável. Gelada, sem brilho e desinteressante. O desastre completo de sempre.
Mas, pelo menos neste ano, com o sorteio da Fifa na semana passada, fica a certeza de que é possível fazer alguma coisa ainda pior.
O que foi aquilo?

Reclamação
A Associação dos Roteiristas vem a público para destacar o anúncio de várias produções de dramaturgia voltadas para o TV e cinema, com os seus benefícios para o mercado de trabalho.
Mas critica a postura das emissoras e jornalistas, que sempre se esquecem de citar nos noticiários os nomes dos roteiristas ou autores responsáveis. Procede. Se aqui se cometeu algo parecido, já fica o pedido de desculpas.

Esfera superior
O caso do RR Soares está nas mãos do Johnny Saad, número 1 da Band. Ele é quem tomará a decisão se a igreja continuará ou não com o horário diário das 9 da noite. Importante lembrar que este mesmo caso já esteve em questão no passado e as partes entenderam por bem selar novos acordos.
Desta vez, dizem, tem tudo para ser diferente e que há o interesse de priorizar os interesses da programação como um todo. É forte a torcida a favor.
Mas, desconfia-se, que se alguma coisa se alterar só será a partir de março do ano que vem.
 
Estranho
Ninguém entende o porquê de, a todo instante, saírem notícias que o apresentador Geraldo Luiz estaria namorando alguém. Quem planta? E com qual finalidade?
Primeiro foi o caso da ex-  “Fazenda” Franciely Freduzesky e agora o da estudante Geyse, do recente salseiro na faculdade. Fica até esquisito.
 
Andar da carruagem
Ninguém se surpreenda se a Globo resolveu mudar o título da novela do Silvio de Abreu, que vem por aí para substituir “Viver a Vida”.
“Passione”, desconfia-se, pode ser trocado por “Romance”, com um coração substituindo o “o”.
O registro, pelo menos, já foi providenciado.

Mau tempo
O SBT foi obrigado a cancelar as gravações de “A Praça é Nossa” e do programa da Eliana, marcadas para ontem.
As fortes chuvas que caíram em São Paulo impediram muita gente de chegar a Anhanguera.                            

Lana

Novo visual
Lana Rodes mudou completamente o visual para viver Tafnes, uma das mulheres do harém do rei Assuero (Marcos Pitombo), na minissérie “A História de Ester”, que estréia em janeiro na Record. Ela, que é loira na vida real, usa uma peruca e lentes de contato escuras, além de uma maquiagem egípcia, nas gravações.  

Tropa de Elite
Amanhã, a partir das 22h30, a Record exibe “Tropa de Elite”, com Wagner Moura – sucesso de bilheteria nos cinemas, superado apenas pelo mercado pirata. Chamadas durante a programação não faltam.
Curiosamente, a Globo, que também tinha interesse no filme, não parece nada incomodada. Vai no horário com “A Grande Família” de sempre, sem maiores estardalhaços.
O episódio? “Nem Tuco está perdido”.
 
Organização                                                                                 
Quando o assunto é trilha de novela, a Som Livre, braço fonográfico da Globo, não brinca. “Viver a Vida” já tem três CDs no mercado.
O nacional traz Taís Araújo na capa; o internacional, Thiago Lacerda; e o intitulado “Lounge”, Alinne Moraes.
Há casos de emissoras que também realizam um trabalho parecido, mas só colocam o disco no mercado depois que a novela terminou ou está muito próxima de terminar.
E ainda assim com muita dificuldade.

Bola cantada                                   
 Está confirmada a presença da cantora Maria Rita na final do programa “Ídolos”, da Record, na outra quarta-feira, em São Paulo.
Ela vai se apresentar ao vivo, acompanhada da sua banda. 

BATE-REBATE

* Hebe Camargo já gravou o especial com Fábio Junior. Vai ao ar no dia 21.
* Pessoal da Record, em São Paulo, ontem também encontrou dificuldades para chegar na emissora.
* Por muito pouco o “Hoje em Dia” não teve a sua exibição cancelada.
* O programa da Ana Maria Braga poderá sofrer alterações no próximo ano. Mas coisa leve. A estrutura atual será mantida.
* A propósito, a apresentadora e o diretor Boninho já tiveram uma reunião a respeito.
* Além da Ingrid Guimarães, Carmem Verônica também voltou às gravações de “Caras & Bocas”.
* A atriz, como se sabe, foi vítima de um atropelamento.
* Dentro da Globo já existe a certeza que “Dalva & Herivelto” deve receber um dos melhores trabalhos de finalização de todos os tempos.
* A contratação de Preta Gil, para comandar um programa no ano que vem, foi anunciada pelo canal GNT na segunda-feira.
* A sede da TV Brasil em São Paulo voltou a ficar inundada no dia de ontem.
* E a TV Cultura também.

C´est fini

A cantora Tânia Mara, presente na trilha sonora da novela  “Viver a Vida” com “Gostava tanto de você”, vai divulgar as músicas do seu novo trabalho com exclusividade no próximo “Domingão do Faustão”.
 É falta de imaginação ou não é? São vários os programas de TV convocando pitonisas de plantão para adivinhar o que será no ano que vem. Mesma coisa de sempre e ninguém se dá ao trabalho de conferir.
 Chega por hoje. Amanhã tem mais. Tchau!

 

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation