Política local 12/12/2009

“Um povo de cordeiros sempre terá um governo de lobos”.
Ditado popular antigo, sempre tão atual.

Argumentos fortes
O deputado federal Fernando Melo (PT) é pragmático ao explicar a manutenção da sua candidatura ao Senado: “além da vaga ser originariamente do PT, fui incentivado pelo ex-governador Jorge Viana e pelo senador Tião Viana a manter a minha postulação”.

Ibope é o caminho
Ontem, ao ser entrevistado na TV-GAZETA, voltou a defender que a escolha do segundo nome para o Senado aconteça via uma pesquisa do Ibope.

Carioca na prensa
O vereador Waldô do Ó (PT-Tarauacá) está acionando por “danos morais” o assessor do PT, Nepomuceno Carioca, em represália por bancar seu pedido de expulsão do PT.

Quero a fotografia
O Carioca é citado pela “cumpanherada” como um notório pão duro. Se o Waldô do Ó conseguir arrancar um centavo dele, quero uma fotografia para posteridade.

Guiness-book
Não é por nada não, é para mandar ao “Guiness-book”, como um recorde.

Não deu quorum
Ninguém está falando. Mas, sabem por que não aconteceu a eleição do diretório municipal do PT? É incrível, mas é verdade: a “cumpanherada” não deu quorum.

Eleição para motivar
O deputado federal Fernando Melo (PT) debita o fracasso por ter apenas André Kamai como candidato a presidente e abriu um movimento para que haja uma disputa.

Não abre mão
Será de pouca valia qualquer reunião regional das oposições para a busca de um candidato único ao Senado, porque os partidos não abrem mão de seus nomes.

Salada maluca
No PSDB, Sérgio Barros é candidato dele mesmo. No DEM, o deputado N.Lima não tira o nome de Fernando Lage da disputa. E João Correia mantém a candidatura no PMDB.

Chico Preto
Neste quadro a FPA pode lançar o Chico Preto para disputar a segunda vaga do Senado que ganha de barbada.

Derrame financeiro
O ex-prefeito Normando Sales (PSDB) debita a sua derrota na prévia para o Senado ao que chama de “derrame financeiro” dos grupos rivais para derrotá-lo.

Manobra de bastidores
Continua acusando Tião Bocalom e Márcio Bittar de terem manobrado por trás das cortinas para a vitória de Sérgio Barros na prévia.

Saindo do buraco
As informações que vêm de Senador Guiomard são que o prefeito James Gomes está saindo do buraco e pagará fornecedores e o décimo terceiro dos servidores este ano.

Dar uma sacudida
O Dudé precisa justificar sua assessoria ao prefeito de Xapuri, Bira Vasconcelos, que vai terminando o ano não dizendo a que veio no tocante à obras no município.

É disparada
Deveria pegar umas aulas com a prefeita de Brasiléia, Leila Galvão, que, se goste ou não, é disparada a melhor prefeita do Vale do Acre e em alta popular.

Uma mulher
Como as mulheres dão certo naquelas bandas, não será demais apostar que a simpática vice-prefeita Toinha Hassem, possa ser a próxima prefeita de Epitaciolândia.

Aventura no lixo
Os deputados Zé Carlos (PTN), Hélder Paiva (PR) e Dinha Carvalho (PR) joguem no lixo a aliança PR-PTN-PHS, busquem abrigo na coligação do PT, se quiserem se eleger.

Atributo político
Se o vereador Jessé Santiago (PSB) se elegerá deputado federal é pagar para ver, mas não é o chamado “candidato boi morto”: é ousado e se mexe bem politicamente.

Uma faceta
O prefeito interino de Sena Madureira, Wanderley Zaire (PP), neste pouco tempo como gestor mostrou uma faceta positiva: não fica no gabinete a espera de recursos.

Um exemplo
Poderia estar aguardando o desfecho do TSE sobre novas eleições em Sena, mas, ao contrário, vive em Brasília, onde acaba de conseguir recursos para casas populares.

Não é fácil
A ex-prefeita Toinha Vieira (PSDB) pesa politicamente, mas não será fácil derrotá-lo.

Ironia do borborema

O saudoso João Borborema era de uma fina ironia. Ao ver o Diário Oficial sair diariamente lotado de nomeações com o sobrenome “Oliveira”, parentes do prefeito Mauri Sérgio de Oliveira, ao encontrá-lo no corredor da prefeitura fez um apelo: “Mauri, se não for pedir muito, dá para me adotar como mais um “Oliveira”?  Mauri não gostou, saiu de fininho, ante o riso na face do Borborema.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation