Polícia Rodoviária Federal quer abrir até 2.690 vagas

Além de aguardar pela definição do concurso para a sua área-fim, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) continua na expectativa de realizar em 2010 o primeiro concurso para a área administrativa de toda a sua história. São esperadas cerca de 2.690 vagas nos níveis médio e superior. Os vencimentos ini-ciais são de R$ 2.476,98 e R$ 2.590,28, respectivamente.

O concurso está inserido no acordo firmado entre a União e o Ministério Público do Trabalho para a substituição de terceirizados irregulares no serviço público federal. Como há prazo até o fim de 2010 para que as substituições aconteçam, a seleção tem necessariamente que ocorrer no ano que vem. Em entrevista em setembro, o secretário-executivo do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), Ronaldo Teixeira, confirmou que o concurso é inevitável.

A previsão, de acordo com o coordenador-geral de Recursos Humanos da PRF, inspetor Sérgio Max, é de que as vagas sejam distribuídas por todo o país. O principal destaque deve ser o cargo de agente administrativo. A expectativa é de que a oferta para o cargo, que terá como requisito apenas o nível médio completo, seja superior a duas mil vagas. “A predominância das vagas será no cargo de agente administrativo”, disse o inspetor Max. As chances para o nível superior deverão ser em especialidades como as de economista, contador, médico, estatístico, jornalista, bibliotecário e outras.

Existe expectativa de que o Ministério do Planejamento autorize o concurso já no início de 2010. No entanto, a permissão deve vir acompanhada de uma medida para a fixação das vagas a serem preenchidas. “Ou o Ministério do Planejamento disponibiliza cargos do antigo Plano de Classificação de Cargos (PCC) ou manda um projeto de lei para o Congresso Nacional”, explicou o inspetor. (Agência de Notícias do Acre)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation