Familiares e amigos se despedem de João Borborema

Borborema1

Ocorreu na tarde desta terça-feira, 8, no cemitério São João Batista, o sepultamento do corpo de João Moreira de Alencar, 75 anos, o João Borborema como era popularmente conhecido. O apelido Borborema foi herdado do padrasto junto com a profissão de rebobinador de cabos de energia. Borborema também era mecânico de automóvel e segurança da Câmara Municipal de Rio Branco, mas foi graças a sua atuação política que ganhou fama e notoriedade.

“O João levantou sua voz em defesa da liberdade num período em que as pessoas tinham medo de falar. Na rua era xingado de comunista e muitas pessoas tinham medo de se aproximar dele, temendo represálias em decorrência da sua postura democrática”, lembra o vereador Raimundo Vaz, ex-companheiro de sigla de Borborema.

João morreu no final da tarde de segunda-feira, 7, em virtude de uma parada cardiorrespiratória. A família disse que ele era uma pessoa aparentemente saudável e não estava fazendo nenhum tratamento de saúde. Sentiu-se mal no domingo e procurou o Pronto Atendimento da Unimed, de lá já saiu as pressas para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) da Fundação Hospitalar, onde veio a falecer.

Borborema participou ativamente da fundação do PMDB, integrando as fileiras do partido desde o tempo que este ainda se chamada MDB, ao lado de Raimundo Melo e outros grandes nomes da época.

“Infelizmente nossos fundadores estão todos partindo, mas isso só vem a consolidar o PMDB como um partido tradicional e de raízes profundas. O João lutou pelo que acreditava e pagou caro por isso. Foi preso, exilado, mas nunca desistiu”, declarou o deputado federal Flaviano Melo, PMDB.

João deixou nove filhos – cinco homens e quatro mulheres – e batizou cada um deles com os nomes de seus idosos e heróis: Lenine, Spartacus, Behur, Augustinho, Etã, Iracema, Ruth, Raquel e Jaqueline. Além dos filhos de sangue, criou cinco sobrinhos.

HOMENAGEM NA CÂMARA – Por sugestão do vereador Rodrigo Pinto (PMDB), a sessão da Câmara Municipal de Rio Branco foi suspensa em homenagem a João Borborema. Os vereadores votaram apenas os projetos de urgência que estavam na pauta e logo depois encerram a sessão.

 

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation