Soldados da PM entregam cestas básicas e brinquedos para famílias carentes

doaao

Trabalho voluntário foi iniciativa dos novos contratados

 Os novos soldados, que participam do curso de formação da Polícia Militar, se uniram em favor de um causa em comum: a de proporcionar à centenas de famílias de Rio Branco um período natalino com mais amor e solidariedade. Os 600 homens aprovados em concurso público para integrar o Sistema de Segurança do Estado realizaram uma pesquisa nos bairros mais carentes da capital para diagnosticar o número de famílias em situação de vulnerabilidade. A idéia, de acordo com o soldado,Wexcley Barros Ribeiro, era mobilizar os militares e a coordenação do curso para um trabalho solidário de doação de alimentos e brinquedos.

Foram arrecadados mais de 300 brinquedos e quase 500 cestas básicas e a distribuição aconteceu na manhã desta quarta-feira aos morados da comunidade do Caladinho, periferia de Rio Branco. Os soldados irão entregar também os donativos às crianças que estão internadas no Hospital da Criança. “Visitamos as famílias para conhecer melhor a realidade destas pessoas. Nossa intenção é beneficiar as comunidades que mais precisam”, destacou o soldado Ribeiro.

Vanda Ferreira dos Santos mora no Caladinho com mais quatro parentes. Ela destacou a importância da ação do Governo do Estado, através da iniciativa dos novos soldados. “Que bom que Deus toca no coração das pessoas. Fico muito feliz pelo presente das minhas filhas e pelo sacolão, que vai com certeza ser muito útil para minha família”.

Curso de formação do soldado PM
Com a entrega dos donativos, os soldados encerram as atividades do curso neste ano. O recesso será encerrado no dia 4 de janeiro. Aberto oficialmente pelo governador, Binho Marques, em novembro de 2009, o curso está sendo ministrado por 50 instrutores de diferentes instituições nas áreas de conhecimento jurídico e de especialização policial criminalística, policiamento ostensivo, uso de armas, entre outras.

Serão em média nove meses, o que totaliza 1.540 horas de aula, divididas em 53 disciplinas. “Os soldados têm dedicação exclusiva ao curso”, completou o coordenador do curso, José Anísio Gaia.

 Para chegar até o estágio atual, os candidatos passaram por exames de prova objetiva, e de capacidade física, avaliação psicotécnica, inspeção técnica e investigação criminal. A convocação implicou em aumento de 30% no efetivo da PM.

“Nestes 41 dias de aulas, nós já podemos perceber as diferenças de postura dos policiais. Vemos o espírito de união e em breve a sociedade irá colher os frutos dos investimentos do governo”, enfatizou o comandante da PM, coronel Romário Célio. (Agência de Notícias do Acre)

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation