Política local 27/01/2010

“Um dos atributos da Leila Galvão é sua extrema honestidade”.

Vereador Astério Moreira (PRP), sobre a prefeita de Brasiléia.

Sem motivação
Pelo que ouvi ontem de uma conversa por telefone com o deputado federal Flaviano Melo (PMDB), ele não está nem um pouco motivado com esta movimentação da oposição, para que seja candidato ao Senado. Uma candidatura majoritária, diz, requer uma boa estrutura de campanha, por isso está voltado para a disputa da sua reeleição.

Canto da sereia
Flaviano se mostra desmotivado com o “canto da sereia!”. Como político experiente, sabe ele o que é ser abandonado e sem estrutura em plena campanha majoritária.

Fato marcante
Movimento idêntico o fez deixar a PMRB com promessas de apoio total: saiu candidato ao governo contra Jorge Viana, e acabou a campanha num palanque solitário.

Eles que sabem
Sobre a insistência do tucano Tião Bocalom (PSDB) em defender a tese de duas candidaturas ao governo, fez um ar de misteriosa ironia, e falou: “ele é que sabe”.

Levar a sério
O deputado Luiz Calixto (PSL) deve ser levado a sério na sua denúncia que anda sendo seguido por figuras violentas conhecidas, até porque não precisa mentir para aparecer.

No mínimo
Que no mínimo a Secretaria de Segurança mande investigar este fato a fundo.

Sem compromisso
O deputado Manoel Mo-raes (PSB) não tem como se destacar no curto período que ficar na Aleac, onde chegou via acordo com o titular da vaga Delorgem Campos (PSB).

Passando uma chuva
Em troca de passar uma chuva de 120 dias no mandato, o suplente Manoel Moraes (PSB) vai retribuir Delorgem Campos ter “adoecido” apoiando sua reeleição.

Não tem volta
Quem tem conversado com o prefeito de Sena Madureira, Wanderley Zaire (PP), sai com a certeza do rompimento com o ex-prefeito Areal (PR) ser caminho sem volta.

Continua na Câmara
Para se ter uma idéia do nível do confronto, Zaire revela sempre que se Areal ganhar o recurso no TSE, o que acha difícil, abre nova frente de denúncias na Câmara Municipal.

Nada acontece
Na previsão do presidente do PMDB, deputado federal Flaviano Melo, as coisas importantes só vão acontecer na política acreana após o Carnaval.

Deixem o moço em paz
Chega novo e-mail garantindo que o empresário Janaldo (DEM) é “homem do governo” enfiado na oposição. Isso já está cheirando perseguição: deixem o moço em paz.

Leve desconfiança
Começo a ter leve desconfiança que se trata de algum adversário querendo queimar a sua candidatura a deputado estadual pelo DEM, que dizem estar bem encaminhada.

Retrocesso político
Será um retrocesso político caso se confirme a candidatura do ex-vereador Márcio Batista (PCdoB) a presidente do Sinteac. Esperava-se que disputasse vaga na Aleac.

Não será fácil
E não será fácil bater a candidatura à reeleição do atual presidente do Sinteac, Manoel Lima (PT), que deve ser apoiado pela máquina da Secretaria Estadual de Educação.

Fama de perdedor
A se confirmar a candidatura de Márcio e ele vier perder, será a sua segunda derrota seguida (perdeu para vereador), o que para cristalizar a fama de perdedor é um pulo.

Corrida eleitoral
O senador Tião Viana (PT) embarcou ontem para gravar em Brasília participação no programa de 30 anos do PT, e hoje já retorna à Capital para tratar da pré-campanha.

Pés de gelo
Tião Bocalom (PSDB) e o Sérgio Barros (PSDB) são os chamados “pés de gelo”: foi só montarem acampamento no Juruá que deu um tremor de terra naquela região.

Deveria cobrar
O falante diretor-geral do Deracre, Marcos Alexandre, deveria obrigar a empreiteira que fez o trecho do asfalto para Manuel Urbano, se desmanchando, refazer o trabalho.

Lembra papelim
A espessura do asfalto naquele trecho lembra um “papelim” de tão fina que ficou.

Previsão otimista
Por isso é que as previsões mais otimistas são de que o asfalto só chegará à Cruzeiro do Sul em no mínimo quatro anos, tarefa que ficará para o próximo governador.

Só uma zebra
Quem está trabalhando bem sua reeleição é o deputado Walter Prado (PDT), que só por uma imensa zebra não se reelegerá.

Mesmo patamar
No mesmo patamar está o bom pastor e deputado Hélder Paiva (PR).

Burro na sombra

Como se diz no popular, o senador Tião Viana (PT) está com “o burro amarrado na sombra”: a oposição não se entende se irá de uma ou duas candidaturas para governador; e ele, está com os partidos da FPA unidos em torno do seu nome ao Governo e liderando até aqui com boa folga todas as pesquisas de opinião pública. Sem falar que seu carisma extrapola os limites do território político do PT.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation