Política local 12/01/2010

“O Brasil é o único país do mundo que leva o comunismo a sério”.


Paulo Francis, saudoso ícone do jornalismo crítico.

Triste sina de Xapuri
Felix Pereira (PMDB), quando prefeito de Xapuri, se notabilizou por inaugurar com banda de música um sanitário, ao qual denominou “Diurético Municipal”. Já o ex-prefeito Julio Barbosa (PT), por ser exímio jogador de sinuca. E agora o prefeito Bira (PT) anuncia como sua principal obra a recuperação da “maromba” de uma olaria.

Trabalho extenuante
É realmente um trabalho extenuante (sic), recuperar em 1 ano de gestão, uma “maromba”, nome popular de uma pequena prensa de fazer tijolos.

Pergunta para eles!
Abrahim Farhat me encontra, e faz a seguinte pergunta: “por que a turma da Marina, formada pelo Binho, Carioca e Fábio Vaz não foram ver o filme do Lula”? Eu é que sei?

Tá dominado!
As declarações dos vereadores Astério Moreira (PRP) e Jessé Santiago (PSB) que só visitam os bairros após usarem repelentes mostram que a dengue dominou a cidade.

E quem não tem?
Os vereadores Astério e Jessé podem bancar o custo do preventivo, mas, como é que fica o grosso dos moradores da periferia, que mal ganham para o sustento?

Salvadores da pátria
É chegar a eleição e surgem os salvadores da pátria. O mais novo é o engenheiro Idésio Franke (PT), prometendo que, se eleito deputado federal, fará do Vale do Acre o éden.

Economia
Como lhe apoiar equivale a puxar um trator de esteira numa ladeira acima de tabatinga molhada, sua apoiadora, prefeita Leila Galvão, sairá malhada da campanha.

Seis por meia dúzia
Não tenho dúvida que o Tião Bocalom (PSDB) será candidato ao governo. Rodrigo Pinto (PMDB) não pode exigir ser candidato único por ter densidade eleitoral equivalente.

Não é para andarilho!
O deputado federal Sérgio Petecão (PMN) diz defender a candidatura de Bocalom (PSDB), por ele “andar muito”. Isso seria válido, se a eleição fosse para andarilho, mas é para o governo.

Todo que quer
O maior temor da FPA era que Márcio Bittar (PSDB) fosse candidato ao Senado da oposição. Mas, em relação às demais candidaturas a senador, fazem até piadas.

Um passeio
E não estão errados os que assim pensam: com Sérgio Barros (PSDB) candidato a senador, para Edvaldo Magalhães (PCdoB) ou Fernando Melo (PT), a eleição é fácil.

Mesmo patamar
O mesmo raciocínio se aplica se o deputado federal Henrique Afonso (PV), que também dificilmente perderia a disputa do Senado enfrentando Sérgio Barros.

 Outra história
Bittar (PSDB), cuja chance de se eleger era concreta, parece ter sido alijado pelos caciques dessa disputa. Já Sérgio Barros (PSDB) não tem simpatia para se impor.

Magistrada
O juiz Laudivon Nogueira vai ter a missão espinhosa de substituir a juíza Maria da Penha no TRE, uma magistrada que foi dura contra os que compraram votos.

Na mesma linha
Quem conhece o juiz Laudivon revelou à coluna que ele é da mesma linhagem jurídica.

Está na disputa
Tirando Perpétua Almeida (PCdoB) e Gladson Cameli (PP), o deputado Thaumaturgo Lima (PT) disputa com os demais, na FPA, uma das vagas na Câmara Federal.

 Não se sabe
Ainda não se sabe se os deputados federais Fernando Melo (PT) e Henrique Afonso (PV) vão emplacar as candidaturas ao Senado, mas se forem à reeleição, são fortes.

Todos abismados
Já ouvi de vários candidatos comentários abismados sobre a estrutura financeira da campanha do vereador Jessé Santiago (PSB), candidato a deputado federal.

Com certeza
Com certeza este poderio financeiro não vem da venda dos seus CDs evangélicos.

Fica parado
Enquanto o ex-governador Jorge Viana não mexer suas pedras, as escolhas dos nomes para a segunda vaga do Senado e de vice-governador da FPA ficam em stand by.

Estou esperando
Minha cara Jane Vasconcelos, eu continuo esperando a resposta.

Mesmo caminho
Rio Branco vai caminhando célere para repetir a epidemia de dengue de 2009.

Como vai se atar?
Quatro candidatos a deputado me revelaram que receberam a promessa de apoio do prefeito de Senador Guiomard, James Gomes. É esperar para ver quais serão rifados.

Aula de jornalismo

O programa “Roda Viva” da TV-Cultura, mostrado ontem, tendo como entrevistado um dos papas do jornalismo americano, com passagem pelos maiores órgãos de comunicação dos Estados Unidos, jornalista e escritor Gay Talese, foi uma verdadeira aula. Detalhou como tão prejudicial à verdade é a simbiose da mídia com o poder. Foi uma entrevista belíssima, sob todos os aspectos, que deveria ser rodada nas redações.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation