Política nacional 06/01/2010

“(…) até o presente momento não encaminhou”.

A FAB negando entrega de relatório à Defesa optando pelos caças suecos Gripen.

Lula na praia: reforma da casa custou R$ 2 mi
AMarinha do Brasil gastou mais de R$ 2 milhões para reformar a casa agora utilizada pelo presidente Lula e família em sua temporada de férias na praia de Inema, da Base Naval de Aratu, litoral baiano. As despesas para deixar a casa como queriam os inquilinos provocam grande revolta na Marinha, em razão dos problemas de manutenção das instalações e navios da própria Base Naval, por falta de dinheiro.

Outro lado
A Marinha prometeu resposta “o mais breve possível”, após checar a informação “junto a outras organizações militares”.
 
Do jeito dele
Lula também passou férias na Base Naval de Aratu, em 2008. Mas a casa não parecia estar do jeito que ele e sua família gostam.
 
Cansei
O presidente, que também levou amigos, ficará na praia até segunda (11), descansando de tantas viagens mundo afora e de ser “o cara”.

Silêncio no paraíso
Ponte cai no Sul, calamidade pública no Rio e em São Paulo, e Lula continua mudo al mare, com um isopor na cabeça, cheio de guaraná.

Sinal amarelo
A Conferência Nacional de Educação, que será realizada em Brasília, em março, já acendeu o sinal amarelo na Confenem (Confederação dos Estabelecimentos de Ensino Particular). É que os burocratas de esquerda, os “cumpanhêro”, em cargos de direção no MEC e seus aliados planejam criar o Fórum Nacional de Educação como instância máxima de deliberação de política educacional, acima do próprio MEC.

Proposta derrotada
Essa proposta foi derrotada na Assembléia Constituinte e nos debates anteriores à Lei de Diretrizes e Bases de 1996.

Orçamento na berlinda
O Fórum teria poderes para controlar a execução orçamentária na área. É inconstitucional. Vai dar rolo.

Velhos companheiros
Adivinha quem seriam os integrantes do Fórum? Representantes dos sindicatos e ONGs de sempre, inclusive do clandestino MST.

Ano Novo, gente nova
No dia do seu aniversário, ontem (5), o governador do DF, José Roberto Arruda, reuniu seu secretariado, com um quadro completamente diferente de quando assumiu. Ele tenta manter a governabilidade.

Diamantes demais
O garimpo na Reserva Roosevelt, em Rondônia, está a todo vapor mesmo com a extração proibida desde 2004. Os índios Cinta-Larga, que vivem na região, são cúmplices dos garimpeiros.

Cadê o MP?
Agora o Ministério Público quer que o Ministério da Justiça invista em programas so-ciais para os índios no mesmo valor que aplica no combate ao garimpo: R$ 7 milhões por ano. Só assim fechariam a área.

Rio 2016
A Agência Fields, contratada pelo Ministério dos Esportes para fazer a campanha da candidatura do Rio às Olimpíadas de 2016, explica que estava licitada quando saiu a suplementação orçamentária do governo.

Na paz
O ministro das Comunicações, Hélio Costa, acionou o “deixa disso”, após o Governo Federal e a Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abert) se estranharem na Conferência de Comunicação (Confecom). Costa garantiu que até fevereiro lança o sistema de rádio digital.

Bolão de cristal
Um popular vidente mexicano conhecido como “Bruxo Maior”, garantiu que o presidente deposto Manuel Zelaya “desaparecerá qualquer dia da embaixada do Brasil e não voltará mais a Honduras”. Será?

Primeiro aqui
A notícia nos jornalões de ontem saiu aqui, em novembro: ambientalistas protestaram contra o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), que autorizou novas construções na Ilha Grande, ignorando órgãos técnicos.

Pensando bem…
O DEM leva na meia, o PT na cueca, e o povo no lugar de sempre.

PODER SEM PUDOR

Ao pé da letra

Monoglota convicto, o ex-prefeito de São Mateus (ES), Amocim Leite, durante viagem aos Estados Unidos, resolveu traduzir o próprio nome ao – digamos – “pé da letra”. Apresentava-se assim:
– Muito prazer, meu nome é I love Yes Milk…

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation