Defensoria Pública da União abre 311 vagas para 2° e 3º graus

Para cumprir sua função constitucional com eficiência, a Defensoria Pública da União (DPU) tem investido na contratação de novos servidores. Além do concurso para defensor, em andamento, o órgão se prepara para realizar sua primeira seleção para a área administrativa, com oferta inicial de 311 vagas. Em entrevista à Folha Dirigida, o defensor público geral, José Rômulo Sales, afirmou que pretende divulgar o edital já em fevereiro.

Segundo ele, o objetivo é viabilizar a convocação dos aprovados ainda este ano. Isso porque, em virtude do período eleitoral, os órgãos têm até o dia 3 de julho para homologar os resultados finais das seleções. 

O novo concurso visa à substituição dos cerca de 280 terceirizados, atendendo a uma determinação do Ministério Público. Paralelamente, o defensor explicou que tramitam no Ministério do Planejamento dois projetos destinados à ampliação do quadro da defensoria.

Enquanto um deles prevê 600 novas vagas de defensor, o outro busca a criação do quadro administrativo. Para esse último foram solicitadas 1.500 vagas, sendo mil para analista de assistência jurídica (nível superior) e 500 para técnico de assistência jurídica (médio). (Folha Dirigida)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation