Pular para o conteúdo

Não há desculpa

Impressiona a quantidade de chuvas registrada nas últimas semanas. A rigor, porém, não há nada de errado com o clima, sobretudo, na Amazônia, onde é benéfico que chova  e chova muito. O que está errada é a ação do homem que provoca problemas e catástrofes.

Chover com intensidade nesta época do ano na região amazônica é benéfico para o ciclo das águas, a renovação da floresta, para fauna e tudo o que compõem a biodiversidade. Se estão ocorrendo inundações e deslizamentos, desalojando famílias ou rompimentos de rodovias e outros problemas é conseqüência da ignorância ou mesmo má-fé, da falta de planejamento, da incúria e omissão, sobretudo, dos administradores públicos no uso e ocupação do solo, na falta de investimentos em habitações e de saneamento básico.

No caso deste Estado e, de modo particular, de Rio Branco, não há mais desculpas para se cometer e repetir os mesmos erros de 20, 30 anos atrás.
Com a ameaça de uma nova alagação, evidentemente, que se deve socorrer a tempo as famílias que poderão ser atingidas. Contudo, vale lembrar que essas famílias não deveriam ter ocupado ou reocupado áreas sabidamente alagadiças, impróprias para a habitação.