Pular para o conteúdo

Comerciantes chineses começam a se instalar no Acre

AACOMERCIO
Famosos pelos preços imbatíveis de seus produtos, os comerciantes chineses, que já dominam boa parte do mercado brasileiro, começam a se instalar também no Acre. Três lojas especializadas em armarinho, acessório e confecção já estão em pleno funcionamento em pontos estratégicos do centro comercial de Rio Branco. Todas pertencem ao chinês, Guo Zhounião, que conta com a ajuda de um casal de filhos para tocar o negócio.

Segundo a filha, que não quis se identificar, Guo está no Acre há seis anos, mas a rede de lojas começou a ser implantada nos últimos oito meses. A idéia é expandir ainda mais o negócio, abrindo pontos também em outros municípios do Estado. A novidade fica por conta da grande variedade de produtos e dos preços, 50% abaixo do praticado pelo mercado nacional.

Eles batem também os produtos bolivianos, amplamente comercializados em todo Estado. Para se ter uma idéia, uma mochila de marca custa em média R$ 140,00 nas papelarias locais; R$ 50,00 no camelô e R$ 25,00 na Trevo – loja chinesa localizada no calçadão da Praça da Bandeira. As outras duas lojas estão localizadas na Galeria Meta e no calçadão da prefeitura, próximo ao Colégio Acreano.

Brinquedos, eletroportáteis, utensílios domésticos, acessórios, estão entre os itens mais vendidos. A acreana Taiane de Andrade trabalha como vendedora em uma das lojas e garante que a clientela tem recepcionado bem os produtos made in china. “A recepção está sendo ótima, cada dia tem mais gente comprando”, garante.

A mesma recepção não se pode dizer por parte de alguns comerciantes acreanos. Existem aqueles que já demonstram preocupação com a chegada dos chineses no Estado. É que até então, os produtos deles eram adquiridos em grandes centros, como São Paulo, e revendidos aos acreanos no comércio local.