Policiais descobrem “laboratório” de drogas que funcionava ao ar livre

LABORATORIO_site

Através de uma denuncia anônima policiais militares do 5° Batalhão, descobriram um “laboratório” de drogas que funciona ao ar livre em um terreno na Rua 7 de Setembro, bairro Tancredo Neves.

No terreno, os militares prenderam o desempregado Raicharles Lima de Souza, 20 anos e um adolescente de 15 anos, que “trabalhavam” como segurança da “boca de fumo”.

O que impressionou os policiais foi a ousadia dos traficantes que preparavam a droga ao ar livre, a vista de vizinhos que, segundo informações, eram ameaçados de morte caso denunciassem à polícia.

No local, a polícia apreendeu grande quantidade de maconha, pasta base de cocaína, cocaína, um revólver calibre 38 e material para refino da droga.

A polícia recebeu denúncia que vários rapazes estariam fazendo uso de entorpecentes no local.

Quando a guarnição chegou ao endereço, dois conseguiram fugir levando uma escopeta e dois foram presos.

Raicharles negou ser traficante alegando que é dependente químico e que estava no local porque teria ido comprar cigarro para o dono da “boca de fumo” que ele também afirmou não saber o nome.

O adolescente de 15 anos confessou ser usuário de drogas e que também estava no local apenas conversando com os traficantes, mas negou ser “olheiro” do tráfico.

Um maior de idade foi encaminhado à Delegacia Central de Flagrantes – Defla e o adolescente levado para a Delegacia de Proteção à Criança e o Adolescente.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation