Tempo para a Record recuperar os erros cometidos

A Record, ao que parece, resolveu fazer deste 2010 o ano da sua penitência. Fazer que o público esqueça os inúmeros pecados cometidos.
A besteira de colocar dois realities shows no ar simultanea-mente, “Ídolos” e “Fazenda”, como aconteceu em 2009, por exemplo, é uma experiência que não irá se repetir. Um acabou esvaziando o outro e os dois, por muito pouco, não morreram abraçados. Mas estiveram bem próximos disso. Ficou a lição.

Duas edições da “Fazenda” no mesmo ano também não dá. Uma está de bom tamanho e a próxima, depois dessa que termina no dia 10, só final de novembro. E olhe lá.

Vasos comunicantes, todo restante da programação acabou contaminado. Basta verificar o que restou do promissor “Hoje em Dia” e o que foi feito das novelas. “Bela a Feia” estreou às oito e meia da noite, hoje está às dez e meia, depois de passar por todos os horários (im) possíveis da faixa da noite. Telespectador nenhum se prende a tanta bagunça.

E, por fim, o que foi feito com o milionário pacote de filmes, mas de 12 milhões de dólares por ano, da Universal?  “A Era do Gelo”, “O Incrível Hulk”, “Garfield” e “A Múmia”, entre outros, foram levados ao ar nas manhãs de domingo. Como vender comercial num horário desses?
Está certa a direção da Record. 2010 tem que ser o ano de passar a limpo. Enquanto é tempo.  

Mas tem outra
 A Record errou e errou feio na sua programação, só que continua no segundo lugar.
Curioso é que nenhuma concorrente foi suficientemente competente para se aproveitar disso. O SBT até deu uma encostadinha, mas ficou naquilo.
 
Tem festa
Sobre o aniversário da Globo em abril, a CGCom – Central Globo de Comunicação -, junto com o Projeto Memória, já possui um bom material que será mostrado no “Vídeo Show”. Serão depoimentos das estrelas globais sobre a história da emissora nesses 45 anos.

AAAAViver-a-Vida
Em “Viver a Vida”, próxima sexta, Felipe (Rodrigo Hilbert) e Renata (Bárbara Paz) conferem os resultados da campanha publicitária que fizeram juntos. Helena (Taís Araújo) dá suas dicas aos dois e Osmar (Marcelo Valle) a convida para fotografar novamente. Ela diz que ainda é cedo.

Sobre o BBB
O diretor Boninho tem a sua maneira de ver o fato dos homens sempre aparecerem como grandes favoritos no “Big Brother”: “o público pensa ‘essa aí vai se dar bem na vida, vai posar e ganhar uma grana ou esses hormônios não param de explodir’. Elas têm a tendência de jogar com o  coração e acabam ficando fora das panelinhas. Eles se protegem mais, formando patotas, tipo ‘fala aí, mano!’. Geralmente a tendência é dar pro mais pobrinho, certinho ou o reprimido pelo grupo. Mara e Cida foram as superpobrinhas. No nove, considero a Priscila como vencedora moral, mas perdeu por pouco nos votos. Desta vez o grupo está muito indefinido, mas elas já perderam a vantagem numérica. Difícil entender por que o público não prefere as mulheres”.
 
Noves fora
A Record não aposta no resultado de audiência com os Jogos Olímpicos de Vancouver. A ordem interna, segundo consta, é a de implantar essa imagem esportiva, mas ainda assim com parcimônia.
Durante o período da olimpíada, o canal Record News vai transmitir de 10 a 12 horas de esporte por dia. Na Record, de 2 a 3.
E, na verdade, pela importância da competição, não se justificaria mais que isso.
 
Escalação
A Globo praticamente fechou as principais posições de “Entre dois amores”, de Elizabeth Jihn, que vai substituir “Cama de Gato” a partir de abril.
Estão confirmados os atores Humberto Martins, Jayme Matarazzo, Nathalia Dill, Alexandre Nero, Murilo Grossi, Zezé Polessa, Antonio Calloni, Gisele Froes, Débora Falabella, Suzana Faini, Caca Amaral, Carol Castro, Daniela Fontan, Ewe Pamplona, Marcelo Faria, Carolina Kasting, Luiza Gonzalez (criança), Matheus Costa (criança), Celso Frateschi, Paulo Vilela e Marina Ruy Barbosa.
 
Choque térmico
Emissoras da Record vivem uma situação interessante. Com todo esse calorão e a obrigação de cobrir jornalisticamente o carnaval em suas regiões, ainda não se descobriu uma maneira de fazer a “passagem” para os Jogos Olímpicos de Inverno de Vancouver.
Como evitar o choque do contraste?

BATE E REBATE

* Em novembro a Globo dá a partida nas gravações da novela de Gilberto Braga. Tem muito chão.
* Aconteceu ontem mais uma reunião de pauta com a equipe do “Pânico”, da Rede TV!.
* O programa volta ao vivo após o Carnaval, exibindo, possivelmente, uma tentativa de aproximação à cantora Beyoncé.
* Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso estão se cercando de todos os lados para evitar contratempos no dia do casamento, dia 13 de março, em Petrópolis.
* Temendo uma chuvinha básica, o casal já saiu em busca de um toldo para proteger seus convidados.
* “Separação” e “Vida Alheia” já são títulos sob domínio da Globo.
* O primeiro é destinado ao novo seriado de Fernanda Young; o segundo, para o programa de Miguel Falabella, cotado para as noites de terça.
* “Aventura Selvagem”, programa que Richard Hasmussen vai estrear no SBT, conseguiu o selo  classificação livre. Portanto, sem restrição de horário.  

Mudança
A Globo, inicialmente, iria transmitir Bragantino e Palmeiras pelo Campeonato Paulista neste domingo. Não vai mais.
O jogo da TV será São Paulo e Santos, direto de Barueri, às 5 da tarde, com direito a estréia do Robinho.
Havia também uma dúvida no campeonato paranaense. Mas se decidiu por Rio Branco e Cianorte.

C´est fini
Devido à saudável parceria entre SBT e Warner, setores da Anhanguera acreditam que não vai demorar muito para a emissora exibir a quinta temporada da série “Sobre-natural”(“Supernatural”).
A emissora de Silvio Santos, inclusive, já tem sinal verde do Ministério da Justiça para colocar no ar, após às 21 horas, os 22 episódios inéditos.
Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Assuntos desta notícia

Join the Conversation