Política local 24/02/2010

Da redação

“Em política é preciso curar os males e nunca vingá-los”.

(Napoleão Bonaparte)

 Fervendo
Quem gosta de emoções fortes deve ir às sessões da Aleac e da Câmara Municipal de Rio Branco. A proximidade das eleições e o grande número de candidatos nas duas Casas parlamentares apimentam os debates. Sobra acusação para todo o lado. O interessante é que em ano eleitoral cresce o interesse dos parlamentares em querer ajudar a população. Por que será?

Alencar
Elucimar Alencar, conhecido pelo excelente trabalho realizado na presidência da Emurb na primeira gestão do prefeito Raimundo Angelim (PT), será candidato a deputado estadual nessas eleições. A sigla escolhida é o PP e o moço tem como padrinho o deputado federal Gladson Cameli (PP-AC).

Gafe
Coronel Gilvan Vasconcelos, coordenador de Defesa Civil de Rio Branco, foi esquecido pelo cerimonial durante a abertura da Conferência Estadual de Defesa Civil, realizada na Capital, ontem. Ele não foi convidado para compor a mesa de autoridades e teve a presença registrada bem depois do início dos trabalhos.

Bombeiro I
Agentes penitenciários do Acre recorreram mais uma vez ao deputado estadual Moisés Diniz (PCdoB), líder do governo na Aleac, para apagar o incêndio entre a categoria e a equipe do Governo. O parlamentar se comprometeu em promover um encontro para discutir a pauta de reivindicação e suspender a greve programada para hoje.

Bombeiro II
O comunista tem desempenhado com competência o seu papel de liderança. Afeito ao diálogo, o deputado, que já foi sindicalista, sabe onde o sapato aperta nessas horas. Conhece os interesses dos dois lados durante uma negociação.

Intervenção
Na sessão da Câmara de Rio Branco, o seu presidente, Jessé Santiago (PSB) fez uma sugestão no mínimo polêmica em relação a uma possível paralisação dos agentes de endemias. “Caso essa greve seja confirmada, vou propor que o prefeito Raimundo Angelim peça ajuda do Exército. O que não podemos é deixar de combater o mosquito”, afirmou.
 
Paradoxo
Por outro lado, os vereadores de Rio Branco aprovaram na sessão de ontem o projeto de lei que institui o Dia do Agente de Saúde e do Agente de Endemias. Proposto pelo vereador Raimundo Vaz (PRP) o projeto prevê que o dia 18 de setembro seja dedicado aos profissionais que realizam o trabalho de visitar as residências. Isso se não estiverem de greve, claro!

Falta de caridade I
O padre alemão Frederico esteve, ontem, na Aleac, acompanhado da deputada Idalina Onofre (PPS). Apesar de estar comemorando os 50 anos de ordenamento o sacerdote estava chatea-do. Nem a prefeitura de Cruzeiro do Sul e nem o Governo do Estado firmaram uma parceria com as cinco creches que a Igreja Católica mantém em Cruzeiro do Sul. 

Falta de caridade II
O padre Frederico explicou que a prefeitura de Cruzeiro do Sul tem ajudado na alimentação das crianças que freqüentam a creche, mas ainda não assinou um documento oficial. O Governo atribui a responsabilidade pelas creches aos municípios. O sacerdote trouxe cerca de 40 mil euros, doados pelos seus fiéis na Alemanha, para socorrer as entidades. Padre Frederico bebeu a água do Juruá por mais de 30 anos.

Silêncio partido
A deputada Perpétua de Sá quase não se manifesta durante os debates da Aleac. Ontem, resolveu quebrar o jejum para criticar a administração peemedebista de Marechal Thaumaturgo. Vale lembrar que o seu marido, Itamar de Sá (PT), foi prefeito da cidade do Alto Juruá por oito anos.

Pela culatra
Mas foi só Perpétua se manifestar que a reação da deputada Antonia Sales (PMDB) veio a cavalo. A peemedebista atribuiu às mazelas da gestão em Marechal Thaumaturgo às seqüelas deixadas por Itamar de Sá. Ainda ironizou com os R$ 8 milhões que os Tribunais de Contas pedem que o ex-prefeito devolva aos cofres públicos.

Disputa acirrada
Só pelo tom do debate de ontem na Aleac entre as deputadas do Juruá dá para se imaginar como vai ser a disputa eleitoral para uma vaga à Aleac. O provável candidato a deputado estadual deverá ser Itamar de Sá e não mais Perpétua.

Enquanto isso
A esposa do ex-prefeito Dêda Amorim (PP) não entra em bola dividida. Considerada pela imprensa a mais elegante parlamentar do plenário, a deputada Maria Antônia (PP) só se manifesta quando tem algum projeto para apresentar. Ela não vê a hora de abandonar a política para cuidar das duas filhas. O candidato da família será mesmo o Dêda.

Alto Acre
O PT terá dois fortes candidatos a deputado estadual no Alto Acre. Ernílson Sena e o ex-deputado federal, Zico Bronzeado vão protagonizar uma disputa interna pelos votos dos eleitores da região de tirar o fôlego. O interessante é que os dois trabalham com o setor produtivo florestal e são bastante competentes politicamente. 

Olho vivo
Quem deve se preocupar com a disputa dos petistas é o deputado Derlogem Campos (PSB). As prefeitas de Brasiléia, Leila Galvão (PT) e, de Assis Brasil, Maria Eliane (PT), irão optar naturalmente por um dos dois petistas. Delorgem, que está momentaneamente afastado da Aleac, vai ter que encontrar os seus próprios caminhos eleitorais. O agravante é que o parlamentar socialista já tem reclamado da falta de espaço nas administrações petistas das fronteiras.  

 

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation