Política nacional 25/02/2010

“O governo Lula não pode ficar com essa pecha”.

Presidente da OAB, Ophir Cavalcante, sobre as acusações do caso Zé Dirceu-Eletronet.

 STF: substituto de Gonçalves divergiu de prisão
Com a aposentadoria, em 28 de abril, do ministro Fernando Gonçalves no Superior Tribunal de Justiça, responsável pela prisão do governador do DF, José Roberto Arruda, o caso Caixa da Pandora passará ao ministro Castro Meira. Na sessão da Corte Especial do STJ do dia 11, que referendou a prisão, Meira foi voto divergente em uma preliminar: ele achava que, antes, o Poder Legislativo teria de autorizar a decisão.

Incógnita
O ministro Castro Meira é muito respeitado no STJ, e seus colegas não arriscam palpite sobre sua atitude à frente do caso Caixa de Pandora.

Pais dos pobres
O Brasil e a França vão gastar 9 milhões de euros para colocar em órbita um satélite para fiscalizar a floresta… do Gabão, na África.

Apelido é um perigo
O ex-governador interino do DF Paulo Octavio teve há anos o nome reduzido para “PO”. Sorte dele não haver nascido Paulo Geraldo.

Senadora Ana Amélia
Competente e respeitada, a jornalista gaúcha Ana Amélia Lemos, da RBS e jornal Zero Hora, é pré-candidata ao Senado pelo PP-RS.

No RN, o ‘Foliaduto’…
Quatro anos depois, nenhum culpado. O escândalo potiguar do Foliaduto fez aniversário na quarta-feira de cinzas. Era carnaval de 2006 quando o estado receberia shows de artistas consagrados. Mais de R$ 2 milhões foram pagos. Mas não houve apresentações. Segundo o Ministério Público, o então chefe de gabinete civil , Carlos Faria, irmão da governadora Wilma Faria (PT), teria autorizado as despesas.

Uma gestação
A ação de improbidade administrativa na 2ª Vara da Fazenda Pública está parada há 9 meses. A penal, na 5ª Vara Criminal, está em sigilo.

Empresários-delatores
Dos R$ 2 milhões desviados, R$ 400 mil teve seu destino descoberto graças aos depoimentos de alguns empresários-delatores.

Pergunta em alta…
Não seria mais apropriado chamar essa nova “banda larga” estatal de “bando largo”?

Marajás na rede
O ex-senador João Capiberibe relatou a Ophir Cavalcante, presidente da OAB, haver descoberto no site da prefeitura de SP que a auditora Cleide Yonamine ganha R$ 49.963 por mês. No site da Casa Branca, o salário de Rahm Emanuel, chefe de gabinete de Obama: R$ 27.200.

Recado tardio
Arruda soube durante uma visita do deputado Alberto Fraga (DEM-DF) que Paulo Octavio ameaçava renunciar. Mandou um recado: “Diga a ele que estou aqui preso e firme, e que ele agüente firme também”. Ao sair, Fraga ouviu pelo rádio, no carro, que PO acabara de pedir o boné.

Poço de mágoas
Paulo Octavio almoçou ontem em um de seus hotéis, o Kubitschek Plaza. É um poço até aqui de mágoas dos deputados distritais e especialmente dos figurões do DEM que lhe viraram as costas.

Coincidência, tchê
O deputado Paulo Pimenta (PT-RS), não citado nos autos, mas apontado como “vermelho que arde nos olhos” em operação da PF, alvo de CPI na Assembléia gaúcha, trocou figurinhas e até deu carona a Marcos Valério, após depoimento dele na CPI do Mensalão.

Sonífera ilha
Na inauguração do porto de Mariel, em Cuba, com nossa grana, o presidente cubano Raúl Castro “lamentou” a morte de um prisioneiro político. Ao lado dele na festa, Lula fez cara de mais um “não sabia”.

Tirando o barco
A acusação pública do governador Requião (PMDB-PR) ao ministro Paulo Bernardo (Planejamento), de querer “superfaturar” numa obra, rendeu até troca de insultos no twitter. Resultado: Bernardo insinuou apoio à candidatura do tucano Beto Richa ao governo do Paraná.

Chapa branca na…
Vereador de Lorena (SP), Galão Aquino (PMDB) é suspeito de atropelar e matar um indigente na madrugada de terça, na Via Dutra. Ele dirigia o Celta prata EIQ 0526, da Câmara, sem as placas originais.

…operação abafa
A Polícia Rodoviária só fez Boletim de Ocorrência no dia seguinte, em nome de um assessor do vereador, que assumiu tudo, jurando que o indigente se matou. O caso está no 1º DP de Roseira, cidade vizinha.

Pensando bem…
…voto é um casamento do político com o eleitor até que a corrupção os separe.

PODER SEM PUDOR

A herança maldita de Lott

Deslizes verbais como os da ministra Dilma ou de Lula são comuns, mas não superam os do “rei das mancadas”, o general Lott. Candidato à Presidência em 1960 pelo PSD, aconselhou os agricultores de Ribeirão Preto (SP) a plantarem soja, como salvação da lavoura local. A região era então a capital da laranja. Na visita a Ilhéus (BA), centro da produção cacaueira, fez elo-gios rasgados aos cafeicultores de São Paulo. Corta!

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation