ADONAY SANTOS E A CARRUAGEM DO PERU

– Mucho gusto,! Encantado!  hablava Adonay por todo canto que passava.

A Livraria & Papelaria Garota já era finada, mas Adonay Barbosa dos Santos continuava sendo uma das mais ilustres personalidades do movimento Patronal do Acre, coisa mole pra ele, que fora deputado Constituinte e, visionário comerciante. E lá estava ele, em Lima, vendo como aproximar o Peru dos acreanos!

O governador Nabor Júnior alcovitava as viagens interesseiras de empresários e políticos acreanos ao Peru. E ninguém ia pra lugar nenhum sem levar o Venerável Grão Mestre da Igualdade Acreana e sua reca, sujeito bonachão, que alegrava até e principalmente os velórios da cidade.

Justo naquele dia a caravana da Integração percorria os mais suntuosos gabinetes na capital peruana, cicero-neada pelo ministro Do Comércio de lá, quando, em menos de fósforo, todos se viram diante de uma enorme e bem conservada carruagem colonial, sobre a qual o pe-ruano discorria, orgulhoso. Havia sido usada pelos colonizadores espanhóis, gente nobre dos tempos de Simon Bolívar e patatí-patatá!

Adonay Santos, que vinha do meio da mundiça acreana, interrompeu o ministro: – Excelência! Disse, fazendo beiço de quem ia chorar.

– Quando eu vejo uma carruagem dessa me lembro do meu avô… snif!

Todo mundo boquiaberto com a revelação, mas foi o peruano que perguntou:

 – Seu avô tinha uma carruagem dessas?

E Adonay:

– Puxava, Excelência!

Big Brother do Binho

Pedro Miau

Nossos heróis continuam confinados na Casa mais cybergovernamental da Amazônia. Mas esta semana os ânimos voltaram a esquentar, devido à falta de energia nos ar condicionados e porque o brother Binho em tchum pros nossos heróis, no dia em que voltaram do recesso.

Nossos heróis se preparam para Carnaval, mas houve festa boa na sexta- feira no interior da casa, ao som de pirangueiros e funcionários da Saúde.
Ed, nosso velho Ed Zegypti, que está no reality faz anos, ganhou imunidade. Nem Cravo-de-defunto tira dele o prêmio.
Mas vamos continuar espiando.

 MINIDICIONÁRIO DE ACREANÊS

LIVRARIA E PAPELARIA GAROTA – Antiga loja do Centro
FINADA – Morta; desaparecida
ALCOVITAVA – Apoiava; acoitava
RECA – Turma
MUNDIÇA – Reca; magote de familiares

QUEM TEM ORKUT TEM MEDO

As populações  virtuais do Condomínio Ypê, do Calado, do Bairro Vitória e de Santa Rosa do Purus estão em festa desde ontem, quando o Governo ligou a luz da Floresta Digital.

Nossa reportagem teve dois dedos de prosa virtual com cyber Gov. Binho Gates, num furo jornalístico sem precedentes. Na reprodução a seguir, Binho Gates explica toda a virtualidade do Governo, que esta semana foi atrapalhada pela Justiça, que derrubou várias conexões da CPL.
O cyber Gov. revela detalhes da sua gestão só então acessados por quem ganhou um netbook do sec. Est. Da Faz. Mâncio Lima para ler o Blog do Calixto.
Este titular, porém, adianta que não assinou a carteira do repórter Xico de Brito, que ele considera apenas um espírito de porco, um bosta medíocre, que além de não ter Twitter só manda suas matérias para a coluna por Telex, um recurso ultrapassado e démodé dos tempos em que a Nilda Dantas trabalhava na Difurosa.

Para este titular, Xico de Brito é um escroque de oposição, invejoso, que não sabe ligar nem um nobreak. A decisão de publicar a entrevista com Binho Gates, porém, é meramente editorial e tem entre seus mais obsequiosos e podres objetivos o de permitir a liberdade governamental e a livre manifestação do pensamento dos governantes, principalmente os do nosso campo.

A seguir, os dois dedos de prosa de Xico de Brito com o cyber Gov. Binho Gates. (AK)

XICO – Gov., o senhor vai bem?
B. GATES – Eu totô, e tu?
XICO – Mas to mermo!
B. GATES – Legal! Tu gostou da Floresta Digital?
XICO – Muito. Tô até pensando em trocar aquele meu revólver dos assaltos por uns laptops que uns amigos meus pegaram daquela loja do Centro.
B. GATES – A Floresta Digital vai linkar os municípios do Acre, tu num achas?
XICO – Masi vai mermo! Já linkou Mâncio Lima ao Thaumaturgo.
B. GATES – Será que a Oposição vai botar vírus?
XICO – Só se for da Dengue.
B. GATES – Qualquer um poderá entrar na Internet no meio da rua. Num é?
XICO – Se os asaltantes deixarem…
B. GATES – Você acha que a gente deve dar netbook a quem tem Bolsa Família?
XICO – Eles vão é morder os netbooks pensando que é comida.
B. GATES – O Acre é o melhor lugar pra entrar na Internet na Amazônia, inclusive para os pobres botarem  elogios no meu MSN, né não?
XICO – Faz tempo que o Senhor tá botando no Orkut deles.
B. GATES – Tu num acha que isso é coisa da Idali….
*
AK – A entrevista foi interrompida por falta de energia elétrica no cyberstate.

Marchinha de carnaval

AAAAAAARei-momo2
Ei, você aí
Me dá um netbook aí!
Me dá um netbook aí!
Não vai dar?
Não vai dar, não?
Você vai ver a grande oposição
Eu vou fazer a conexão cair
Me dá, me dá, me dá
Me dá um netbook aí!

REVISTA O Ó

OPOSIÇÃO NÃO SE ENTENDE
“Petecão só quer ser o CABEÇA”, diz Flaviano

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation