Famílias de Xapuri serão inseridas na fabricação de bolas ecológicas

ZZZZZZZZZZZENCONTRO3
O termo de cessão de uso gratuito de imóvel assinado pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer, e pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) garante o espaço físico no qual será instalado a Fábrica do Programa Pintando a Cidadania em Xapuri. A meta inicial é a produção de 80 a 100 mil bolas ecológicas por ano. A cerimônia de assinatura do termo foi realizada no município contemplado.

“Este ato representa a importância da criação das Reservas Extrativistas, e demonstração que este processo foi correto”, disse Anselmo Forneck, superintendente do Ibama no Acre. A proposta central da fábrica é aliar a preservação ambiental e a inserção de 320 pessoas em situação de risco social. A identificação das famílias será feita pela prefeitura de Xapuri, e antes mesmo da inauguração do empreendimento, o processo de instalação da fábrica será iniciado com a formação das famílias que irão trabalhar na fabricação de bolas de futsal, voleibol, handebol e basquetebol.

A cada semana, trinta pessoas serão treinadas por integrantes do Programa Pintando a Liberdade. Por cada bola costurada, será pago R$ 2,70. “Paralelo ao processo de formação das famílias, estaremos reformando o galpão. A fábrica de bolas ecológicas é um projeto ambientalmente correto e de inclusão social”, destacou o secretário de Esporte, Turismo e Lazer, Cassiano Marques.

Cassiano detalhou ainda durante a solenidade de assinatura do termo, que a produção das bolas fecha mais uma cadeia produtiva no Estado. O látex nativo é colhido na Reserva Extrativista Chico Mendes, centrifugado na fábrica de preservativo de Xapuri e enviado a São Paulo, para produção dos laminados vegetais e câmaras de ar, e o material retorna ao Estado para fabricação das bolas. “Todo o material utilizado na produção da bola é biodegrável e reciclável. Este é um processo único, as bolas produzidas atualmente utilizam derivados de petróleo. As que estão sendo fabricadas no Acre respeitam o meio ambiente e possuem alta tecnologia”, enfatizou o secretário.

Programa Pintando a Liberdade – Alunos de 59 escolas de Xapuri acompanharam com expectativa a entrega do material esportivo distribuído pelo Governo do Estado, por meio da parceria com o Governo Federal na execução do Programa Pintando a Liberdade. Cada kit é composto por seis bolas, bandeira do Brasil, jogos de damas e de xadrez, além de revistas educativas.

O Governo, em conjunto com o Ministério do Esporte, desenvolve há dez anos o Pintando a Liberdade, que tem como foco a ressocialização dos internos do Sistema Penitenciário através da fabricação de materiais esportivos. A produção dos detentos é distribuída em núcleos do Programa Segundo Tempo, em escolas e entidades sociais de todo Estado. A experiência adquirida ao longo do desenvolvimento deste programa será repassada à fábrica de bolas de Xapuri.

Durante a solenidade, o secretário Cassiano Marques apresentou ainda os detalhes sobre o edital da Lei de Incentivo ao Esporte. As inscrições já estão abertas e devem ser efetivas no site www.leideincentivo.ac.gov.br. R$ 1 milhão está disponível para ser aplicado nos projetos aprovados. Em dez anos mais de 1400 projetos foram aprovados, beneficiando 890 pessoas direta e indiretamente. (Agência de Notícias do Acre)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation