Mutirão da Dengue leva mais de 2 mil às ruas

Um grupo de voluntários que incluía alunos da Uninorte, servidores da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com a Polícia Militar e Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) participaram ontem em mais de mil residências de 30 bairros das seis regionais de Rio Branco, do dia ‘D’ de combate a dengue. O principal objetivo do dia D é a eliminação de recipientes que possam servir de criadouro para o mosquito Aedes Aegypti.Contra-Dengue
O trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Saúde contou também com a participação de alunos soldados do curso de formação da Polícia Militar do Acre, agentes de endemias, funcionários da Prefeitura de Rio Branco e Sesacre, e também voluntários de igrejas evangélicas e católicas. No total, mais de duas mil pessoas trabalharam diretamente no combate aos focos de dengue nesses bairros.

Antes de iniciarem as ações nos bairros, todos os voluntá-rios participaram de um treinamento realizado pela prefeitura. A partir de então saíram em visitava às residências passando instruções aos moradores sobre o cuidado em não deixar água acumulada. Eles realizaram coleta de recipientes que pudessem servir de abrigo para a larva do vetor, em bairros como o Cidade Nova.

O secretário municipal de Saúde, Pascal Khalil destacou a importância da participação da sociedade na ação que deve se estender além do dia ‘D’ para que a cidade possa viver em breve a redução do número de casos suspeitos da doença.

“Vivemos uma situação grave, com quase 7 mil casos notificados com suspeita de dengue. Mas com essas ações de intensificação da campanha de prevenção e combate a doença, temos expectativas de que logo esse número será reduzido como resultado de todas as ações que estamos realizando na Capital. Essa ação consiste justamente na mobilização dos moradores para trabalhar nesse combate”, destaca. (Ascom)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation