Prefeitura e federação das indústrias se unem contra a dengue

dengue_fieac

A prefeitura de Rio Branco e a Federação das Indústrias do Estado do Acre (FIEAC) realizaram ontem à tarde, 9, no auditório da entidade reunião de mobilização no combate aos focos do mosquito da dengue. A ação pretende agrupar lideranças do comércio e da indústria numa articulação conjunta de esforços contra o mosquito transmissor da doença.

Com a campanha “Indústria contra a dengue”, a FIEAC busca levar informações a todos os filiados do sistema “Para acabar com a dengue é necessário o empenho de todos nós. Por isso é muito importante a participação das empresas e do comércio no combate à doença”, destacou o presidente da FIEAC, João Francisco Salomão.

Atualmente, a secretaria Municipal de Saúde (Semsa) conta com uma equipe de 87 agentes de endemias e 472 agentes comunitários de saúde, que trabalham diariamente em busca dos focos da doença. Nos últimos dois meses, foram promovidas diversas reuniões envolvendo as equipes da prefeitura para tratar de novas estratégias a fim de que a doença não atinja mais pessoas.

Com a incidência das primeiras chuvas, o perigo de transmissão da dengue também aparece. Para evitar que a doença faça novas vítimas, a Prefeitura realiza desde dezembro mutirões de limpeza nos bairros da Capital. Os mutirões fazem parte de um conjunto de ações coordenadas que envolvem agentes comunitários de saúde, agentes de endemias, Empresa Municipal de Urbanização (Emurb), secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) e lideranças comunitárias.

“Fico muito orgulhoso da nossa federação da indústria, ela faz o diferencial em nosso Estado. É muito importante a participação de todos contra a doença”, salientou Angelim

A Unidade de Saúde Barral y Barral iniciou no dia, 1º, atendimento aos casos suspeitos de dengue, somando-se, dessa forma, aos postos e centros hospitalares. A medida busca conter o avanço da doença na Capital. A Unidade atende preferencialmente às pessoas que apresentem algum sintoma da doença e funciona das 7h às 22h, com três médicos plantonistas.

A Unidade conta com laboratório de análises clínicas, enfermaria climatizada e sala de estabilização. A equipe de biomédicos, bioquímicos, enfermeiros e técnicos está com escala pronta para atender a população todos os dias da semana.  De acordo com a gerente-geral da unidade, há capacidade para atender pelo menos 300 pessoas diariamente. (Ascom Pmrb)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation