Acusado de aplicar golpes de R$ 500 mil em acreanos é preso

ZZZZZZJOOOO7
Agentes do Grupo Especial de Capturas da Polícia Civil do Acre (Gecapc) recambiaram na tarde de sábado, 6, o foragido da Justiça acreana, João Leonardo Dias, 27 anos, acusado de praticar golpes contra dezenas de pessoas nos municípios de Rio Branco, Plácido de Castro e Acrelândia, onde comprava carros e motos e não pagava aos clientes.

Segundo informações, ele teria dado prejuízo estimado em R$ 500 mil às vítimas, que o denunciaram na polícia. Durante o inquérito policial, Saulo conseguiu fugir, mas através de um intercâmbio das policiais do Brasil, o acusado foi localizado na cidade de Navirai, no estado do Mato Grosso do Sul, fronteira com o Paraguai, a quatro mil quilômetros de distância do Acre.

Ele foi preso pela polícia daquela cidade no dia 7 de dezembro do ano passado e recam-biando até Rio Branco, onde chegou na tarde de sábado.
Na sede do Grupo da Capturas, Saulo confessou o crime e a fuga, mas alegou que pretendia retornar a Rio Branco e negociar as dívidas das pes-soas que ele havia enganado.

Ele contou que foi para a cidade de Naviraí, pois descobriu que seu pai biológico estava morando lá, e aguardava o resultado de um exame de DNA que confirmaria que ele seria filho da pessoa que ele afirma ser seu pai.

Após o resultado do exame, o suposto pai teria afirmado que pagaria toda sua dívida no Acre e ele passaria a cuidar dos negócios da família.

João Leonardo alegou também que se permanecesse no Acre seria assassinado ou obrigado a matar. Para que isso não acontecesse, ele optou em ir em busca do pai bio-lógico para pedir ajuda e pagar a dívida contraída, mas ele não teve tempo de saber qual o resultado do exame, mas tem certeza que após ser reconhecido pelo pai, ele pagará tudo que deve.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation