Furto de bomba d’água termina em morte

bomba

O furto de uma bomba d’água foi motivo para um crime bárbaro ocorrido por volta das 17h desde domingo, 31, na Travessa Paulista, bairro Mauri Sérgio.
Um homem ainda não identificado pela polícia matou a tiro de escopeta o desempregado Átila Pereira da Silva, 21 anos, que foi atingido com um tiro no pescoço dentro da residência de uma amiga.

Segundo o que a polícia conseguiu apurar, Átila estava separado há dois dias da mulher que se recuperava de um parto. Ele residia no bairro Santa Inês.
Por causa da separação, ele teria pedido a uma amiga que mora no bairro Mauri Sérgio que ela o abrigasse por uns dias.

Na tarde de domingo, um homem não identificado foi à residência onde Átila estava hospedado e o acusou de ter furtado uma bomba d’água de propriedade dele.

Átila negou o crime, mas o desconhecido insistiu que ele devolvesse o equipamento afirmando que tinha certeza que estava com ele.

Sem sair de casa, Átila só respondeu que não sabia nada sobre furto. Nesse momento, o desconhecido pediu que saísse de casa, pois não queria mais a bomba, agora ele desejava matar Átila, pois deu oportunidade para que ele devolvesse o que havia furtado.

A amiga de Átila afirmou que não sairia de sua residência, o homem então sacou de uma escopeta e mandou que ela saísse.

Em seguida, o homem se aproximou de uma janela e atirou contra a vítima que foi atingida no pescoço tendo morte instantânea. Após o crime o desconhecido fugiu.

Paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu foram chamados, mas ao chegar ao local a vítima já estava morta.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation