Record tem que inverter a ordem nas suas minisséries

É louvável o esforço da Record em produzir minisséries. Além do importante campo de trabalho que representam, o público também sai ganhando com uma nova e diferente opção.  Deve-se discutir, no entanto, a ordem das coisas. Começar por histórias de época – “Ester” tem demonstrado isso – com toda certeza não foi a melhor escolha.

Passa sempre a impressão do improviso. Arrumaram aquele cabelo, porque não tinha outro; escolheram aquela barba, porque não havia outra melhor; e assim por diante, sem considerarmos os “efeitos especiais”, em alguns momentos, um convite a taquicardia, falta de ar, queda ou alta na pressão.

Por que não uma história atual e depois, aos poucos, com melhores condições e a equipe melhor afiada, retroceder gradativamente no tempo?
Produção de época, a vida ensinou assim, tem as suas complicações. Sérias em alguns casos. A Globo, que é a Globo, já apanhou muito, porque há sempre o risco de cair no ridículo.

Este é um assunto que a Record deveria rever, apesar de anunciar que “Sansão e Dalila” e “A História do Rei Davi” já estão a caminho.
Honestamente, pelo que “Ester” vem apresentando não dá para se esperar delas coisa melhor.

Menu variado
 O chamado primeiro escalação da Band, no item culinária, não tem do que se queixar.
De bar de esquina à churrascaria, existem permutas fechadas para atender os mais diferentes gostos e ocasiões.
 
Tudo muito esquisito
 Na Record ainda causa estranheza a troca da etapa Uberlândia por Florianópolis no próximo “Ídolos”.
Minas Gerais, estado de forte presença na música brasileira, saiu aos 45 do segundo tempo e até agora ninguém sabe muito bem o que aconteceu.
A mudança, de acordo com a Record, foi motivada por uma questão de logística – não havia audições em cidades da região Sul.
 
Detalhe importante

 Hoje tem Indy, a corrida de São Petersburgo, mas a Bandeirantes não vai fazer. Há coincidência de horário com o futebol e está prevista apenas a entrada de um flash no início da prova.
No mais, transmissão normal dos campeonatos paulista e carioca.
 
Não tem jeito
 Televisão é um negócio muito sério. E o “BBB”, hoje, é a conversa de todas as rodas. Do boteco aos restaurantes mais sofisticados.
Quem não vê, fica por fora.
 
Noite de gala
 O “Domingão do Faustão” hoje terá uma edição especial, logo depois do futebol, com a entrega do prêmio “Os Melhores do Ano”.
A produção do programa, como tradicionalmente acontece, promete uma interessante surpresa ao final da premiação.
 
Socorro
O que é muito comum na Globo chegou na Record. Até nisso elas procuram ser iguais.
“Bela, a Feia” também está sem frente de capítulos. Atores recebem o roteiro num dia pra gravar no outro.
E todos sabem como isso compromete o produto final.
 
Caiu de bico
 Ficou reduzida a nada a personagem da Camila Morgado em “Viver a Vida”. Não sai daquilo.
E a artista, sem texto e querendo dar um tempero, tem exagerado. O resultado é o pior possível.
 
Cuidado especial
 Uma curiosidade: em todo especial do Roberto Carlos exibido na Globo, por força de contrato, a emissora é obrigada a obedecer uma série de exigências.
Um exemplo: comerciais de cerveja, vinho ou qualquer outro tipo de bebida alcoólica não podem de maneira nenhuma ser veiculados nos intervalos.
 
Cinema
 O filme “Se eu fosse você”, com Glória Pires e Tony Ramos, será exibido pela TV Globo no dia 2 de abril, sexta-feira, depois do “Globo Repórter”, na sessão “Cinema Especial”.
Foi um grande sucesso de bilheterias. 
 
Ação e gravidez
 Chamadas no ar, a partir do dia 6, na Globo, começa a nova temporada do “Força Tarefa”, com Murilo Benicio e Fabiula Nascimento (foto), entre outros. Promete mais ação.
A gravidez de Jaqueline (Fabíula) deixará o tenente Wilson (Benício) vulnerável.
Depois de “Força Tarefa”, o ator vai trocar as granadas, revólveres e metralhadoras por linhas e agulhas. Será um dos costureiros da novela “Ti Ti Ti”. 
 
Novo lar
 Pouco aproveitada em produções da Globo como “Caminho das Ín-dias” e “ [email protected] “, Claudia Lira vai respirar novos ares.
Bateu o martelo com a Record e está confirmada no elenco de “Vivendo o Amor”, nome da próxima novela da emissora em parceria com a Televisa.

Bate-Rebate

* Na Globo há a expectativa que a eliminação do “Big Brother” bata todos os recordes na noite de hoje.

* E todos os eliminados do “BBB” ficarão à disposição da Globo, num hotel do Rio, já a partir de amanhã.

* Marieta Severo, operada, ainda não tem uma previsão para voltar aos seus trabalhos na Globo.

* O SBT registrou “Desafio de Torcedores” como título de um novo programa, mas ainda não informa do que se trata.

*  Determinada atriz da Globo está entrando em parafuso. Ninguém lembra dela para um próximo trabalho.

* Vamos acertar: a atriz Simone Spoladore não está em teatro nenhum. Além da novela na Record, ela estreou com o filme “Insolação”.

* Nada contra, até porque o horário permite, mas nunca houve na TV brasileira uma conversa tão avançada entre mulheres como no “Papo de Calcinha” do Multishow.

* “Programa do Gugu” vai continuar sofrendo transformações na Record. A ordem de agora é acabar com aquela coisa pesada.

* O ator Caio Blat é o convidado do apresentador Jairo Bouer no programa “Ao Ponto Remix”, neste domingo, 15h30, na Cultura.

*  Roberto Carlos inicia a sua turnê nos Estados Unidos no dia 10 de abril.
 
C´est fini
 Na gravação do último Troféu Imprensa, que de Imprensa tem quase nada, Silvio Santos se mostrou uma pessoa absolutamente fora do mundo atual.
Surpreendeu aos presentes pela desinformação.

A Globo tem divulgado que enviará à África sua maior “delegação” para a cobertura de uma Copa do Mundo.

E olha só que interessante: em se tratando da emissora aberta, sete profissionais se revezarão na produção do noticiário da nossa seleção; outros sete jornalistas acompanharão as demais seleções, e mais sete se dedicarão à internet e TV por assinatura. 

 Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Assuntos desta notícia


Join the Conversation