Gazetinhas 12/03/2010

* Dia movimentado o de ontem por conta do julgamento de 10 policiais e um delegado.

* O episódio ficou conhecido como “Caso Esquilo”, em que um homem com suspeita de envolvi-mento com o tráfico, foi morto com 13 disparos em 1993.

* A família afirma que ‘Esquilo’ já havia se rendido aos poli-ciais, quando foi executado.  O julgamento varou a noite de ontem e segue hoje.

* Alguém arrisca um palpite de qual será o resultado?

* Eleitores devem ficar atentos ao prazo final para regularização dos títulos, que acaba no dia 5 de maio.

* Garotada com mais de 18 anos que não tirou o título tem que se situar.

* Os mais linguarudos rebatem e questionam: “Se vivemos em um país democrático por que o voto é obrigatório e não facultativo?”

* Ah-há. Apesar de mal criado faz sentido.

* Tanta gente aí que joga o voto na lata do lixo, vende, não analisa os candidatos, nem as melhores propostas. Não deveriam mesmo ser obrigados a votar.

* Melhor dispensar este tipo de eleitor a ver os Arrudas da vida no poder.

* A falta de consciência política  faz destas coisas. E nós é quem pagamos a conta no final.

* Shiii, a cobra vai fumar.

* Depois do rebuliço em São Paulo, com a lei que proibiu o cigarro em locais fechados, o Senado aprovou esta semana uma lei que proíbe o uso de cigarros em ambientes total ou parcialmente fechados de todo país.

* De um lado estão aqueles que querem ter o direito de fumar seu cigarrinho a hora que der vontade e do outro a ala que abomina a prática, o cheiro e a fumaça;

* O projeto, de autoria do senador Tião Viana ainda segue para a Comissão de Assuntos Sociais, onde poderá ter decisão terminativa, antes de ir para a Câmara dos Deputados.

* Rio Acre continua baixando para a alegria ou tristeza de milhares de famílias da Capital.

* A verdade é que elas não têm muito o que comemorar. Voltarão para as suas casas, correndo o risco de contrair várias doenças e com a expectativa de no ano que vem passar pelos mesmos transtornos.

* Ninguém merece!

* Com o governador Binho nos States e o vice César Messias em um encontro de governadores em Vilhena, o deputado Edvaldo Magalhães assume o cargo de governador até domingo.

*Interina: Geisy Negreiros.

 

 

 

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation