Política local 27/03/2010

“Eu sou o cabo-eleitoral político mais charmoso e paquerado do Acre”.

Frase do anão Jack Montana

Bastidores fervendo
O prefeito de Sena Madureira, Wanderley Zaire (PP), iniciou ontem na Capital a série de conversas para discutir a sua proposta de formação de uma chapa para a nova eleição de prefeito do município, com ele na cabeça e Toinha Vieira (PSDB) de vice. A conversa foi com o ex-deputado federal Márcio Bittar (PSDB), que é aliado de confiança da ex-prefeita Toinha.

Nova rodada
Uma nova rodada de conversas está marcada para Sena Madureira, envolvendo Zaire, Bittar, Toinha Vieira e seu marido José Vieira, para sacramentar ou colocar fim nesta possibilidade.

Um furo
Segundo a coluna apurou, existe uma forte tendência do pacto político ser fechado.

Pé na parede
Quem está com um pé na parede contra esta aliança é o deputado Gilberto Diniz (PTdoB).

Nariz tapado
A reação prende-se ao fato que Gherler Diniz não seria mais o vice de Toinha. Idel Diniz, o filósofo do Iaco, ameaça: “se derem este golpe vamos tapar o nariz e se aliar ao Areal”.

Negativamente
Aliados do candidato a deputado Jamyl Asfury (DEM) contam que, antes de entrar no DEM, ele recusou todas as propostas de dirigentes da FPA para não ser candidato pela oposição.

Esquecido
Segundo a fonte, o que mais lhe moveu a tomar a decisão foi nunca ter sido lembrado, mesmo sendo primeiro suplente de deputado estadual. No DEM, é um forte nome para se eleger.

Nada de anormal
Antes de me posicionar fui olhar o vídeo da entrevista do ex-governador Jorge Viana: em momento algum pediu votos para ele e para o irmão Tião Viana, pelo menos, na minha ótica.

Nada com nada
Até porque não seria uma entrevista na televisão que seria um divisor de águas na campanha de ambos, com nomes sedimentados na opinião pública e favoritos em todas as pesquisas.

Prato principal
Um aniversário na quinta-feira última na casa do prefeito de Sena, Wanderley Zaire, reuniu os deputados Sérgio Petecão, Mazinho Serafim e Gladson Cameli: Senado foi o prato principal.

Topa parada
Durante as muitas conversas políticas, Petecão foi enfático. “saindo a aliança do PMN com o PMDB, e este me dando legenda, sou candidato ao Senado até contra o Márcio Bittar”.

Equívoco político
A oposição passou a vida atacando Jorge Viana e perdeu todas. É erro o deputado Thaumaturgo Lima (PT) buscar a eleição atacando o prefeito Wagner Sales, que nem é candidato.

Máxima política
É das primeiras letras da política que, não se deve atacar quem está bem popularmente.

Cara feia é fome
Não adianta torcerem a cara para a coluna: se publicamos notas que desagradam o Chico ou o Chicó, não me preocupa, e quem não gostar, que leia coluna so-cial, é bem simples.

De maneira alguma
Não vou ficar guardando segredo de reuniões políticas porque alguém pode se melindrar.

Quase unanimidade
Ontem, numa roda de influentes do PP, eu ouvi esta declaração: “noventa e nove por cento dos filados ao PP pensa igual ao prefeito Wanderley Zaire em relação ao César Messias”.

Referência explícita
Faziam referência a uma crítica de Zaire de que César Messias não se preocupa com o PP.

Não soma nada
O César é uma bela figura humana, mas, queira-se ou não, é hoje uma liderança sem o peso que lhe atribuem no Juruá, e não vai somar nada como vice na chapa do PT naquela região.

Cansado
Estou cansado de ouvir isso de lideranças das mais diversas da FPA.

Cuidado com o Jack!
Senhores políticos, é bom não conversarem com o anão Jack Montana por perto, porque ele anda com um gravador ligado. Faz de conta que não está ouvindo, só de migué, para gravar.

Pobre do Cabide
Foi assim com o vereador Cabide (PTC), que teve sua conversa espinafrando os dirigentes do PT gravada pelo Jack.

Erro de avaliação
Não tirem o ex-prefeito de Feijó, Francimar Fernandes (PT), da lista dos que disputam com chance de ganhar uma cadeira na Aleac pela coligação PT-PDT. Não é nenhum tolo!

Camarote de luxo
Quem está num camarote de luxo é o presidente do PMDB, deputado federal Flaviano Melo, pois seja qual for o desfecho no conturbado ninho dos tucanos, seu partido sairá ganhando.

Sinuca de bico

A FPA está numa sinuca de bico em Sena Madureira: ou fecha com o prefeito Wanderley Zaire, que tem chance de ganhar a prefeitura na nova eleição ou perde ficando com Nílson Areal. A equação é bem simples: se Zaire for preterido em ser o candidato único da FPA,  ele junta suas forças com a da ex-prefeita Toinha Vieira (PSDB) para a fatura estar liquidada e o senador Tião Viana (PT) ficar sem mais uma prefeitura na eleição deste ano, depois da derrota de Feijó.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation