Política nacional 02/03/2010

“A ameaça da volta ao passado está diminuindo”.

Ciro Gomes, sobre a queda de José Serra nas pesquisas sobre a disputa presidencial.

Parte do DEM quer deixar Serra e lançar Kátia
Aala baiana da direção nacional do DEM, que teme pela sobrevivência do partido após as eleições, acha mais vantajoso lançar candidatura própria a presidente ao “abraço de afogados” com o tucano José Serra, sem ao menos o direito de indicar o vice. O nome mais forte para uma eventual candidatura presidencial do DEM seria a senadora Kátia Abreu (TO), presidente da Confederação Nacional da Agricultura.

Ela não quer
Faltou “combinar com o zagueiro”: Kátia Abreu apoia José Serra e acha que o tucano representa inclusive uma alternativa salvadora do DEM.

Sala de espera
O presidente nacional do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ), explica a posição do partido: “Estamos com Serra, à espera de Aécio”.

Efeito Tasso
O nome de Kátia Abreu surgiu após a citação de Tasso Jereissati como vice de Serra. Com Aécio Neves fora da chapa, o DEM quer a vaga.

Se colar, colou
Com o crescimento de Dilma nas pesquisas, até porque faz campanha solitária, o PT e o governo adotaram a estratégia do “já ganhou”.

DF: derrota de deputada…
Com medo de água fria, o governo do DF promoveu aparentemente uma licitação limpa, dia 22, para contratar empresas de vigilância, no valor de R$ 136,4 milhões por ano. Resultado: o valor médio mensal de cada posto de vigilância 24h, com quatro guardas, caiu de R$ 15,8 mil para R$ 13,2 mil. Mas a empresa Esparta, da deputada distrital Eliana Pedrosa (DEM), foi inabilitada, e a concorrência pode até ser anulada.

Fora do jogo
Em nome de André, filho da deputada, a Esparta perdeu por falta de documentos: são R$ 24,5 milhões anuais por 303 postos de vigilância.

Cara gratidão
A influente Eliana Pedrosa abriu mão de presidir a Câmara do DF em favor de Wilson Lima, agora governador interino, muuuuito grato a ela.

É muito mais
Erro de digitação mostrou R$ 67 mil no aluguel de novo prédio da Anac em Brasília. São R$ 67 milhões anuais, ou R$ 5,8 milhões por mês.

Urubu de catástrofe
Em “campanha” para dirigir um organismo internacional, qualquer um, Lula foi ao Haiti e ontem ao Chile, afetados por terremotos. Mas jamais visitou locais de tragédias com brasileiros, como Angra dos Reis, em janeiro, o desastre da TAM em Congonhas, com 200 mortos, etc etc.

Papagaio de urubu
O aspone para assuntos internacionais aleatórios de Lula, Marco Aurélio Garcia, posou de “papagaio de pirata” de Lula, no Chile. Ele foi filmado fazendo “top-top”, um gesto indecoroso com as mãos, ao celebrar uma notícia sobre o desastre da TAM em Congonhas.

Nossa Câmara
Com a aguardada renúncia, hoje, do deputado Júnior Brunbelli (PSC), que apareceu em vídeo orando aos deuses da safadeza, a vaga será do suplente Geraldo Naves (DEM), que está preso na Papuda.

Acareação necessária
A deputada distrital Eurides Brito (PMDB), filmada metendo maços de dinheiro na bolsa durante a campanha eleitoral de 2006, revelou em seu blog que a grana foi entregue a ela por ordem do então governador do DF Joaquim Roriz. Ele nega. Está na hora de fazer uma acareação.

Juros, de novo
Henrique Meirelles não quer saber de chá e simpatia eleitoral: em círculos fechados, diz não vacilará na decisão de estragar a festa do triunfalismo lulista, caso medidas impopulares sejam necessárias.

A falta que ele faz
O rei da Espanha, Juan Carlos, e a rainha Sofia, adiaram a visita ao Chile depois do terremoto, e também ao Brasil. O homem do “por qué no te callas?” fará uma falta danada após o mico de Lula em Cuba.

O direito de saber
O advogado Jamilton Damasceno terá acesso aos documentos que pediu sobre a prorrogação, por mais vinte anos, do contrato do péssimo metrô do Rio pelo governador Sérgio Cabral (PMDB). A liminar será deferida por força do artigo 5º da Constituição.

Só dá DEM
Sobrou de novo para os democratas: a Justiça de Santa Catarina condenou a cinco anos de cadeia o prefeito de Chapecó, João Rodriguez, por fraude durante a gestão em Pinhalzinho, em 1999.

Pensando bem…
…no Brasil, lobista fatura com nossos impostos e o “bobista” os paga.

PODER SEM PUDOR

Papagaios de pirata

O senador Aloizio Mercadante (PT-SP) já foi muito respeitado por Lula. Na campanha presidencial de 1989, Lula o requisitava tanto que o assessor de imprensa petista, Ricardo Kotsho, enciumado, chamava-o “papagaio de pirata”: sempre aparecia nas fotos com o candidato. Mercadante se queixou e Kotsho suspendeu a brincadeira, até a reunião seguinte do PT:
– Tem outro papagaio de pirata ainda pior, por aqui…
– Quem?
– O Lula, que está sempre aparecendo nas fotos do Mercadante…

Assuntos desta notícia

Join the Conversation