Política nacional 17/03/2010

“No horário de folga, poderá participar de eventos”.

Luís Inácio Adams, AGU, sobre o presidente Lula na campanha de Dilma Rousseff.

DF: acusadores de maracutaia sofrem ameaças
A Associação de Fabricantes de Placas Credenciadas (Asplac) acusou a Secretaria de Transportes e o Detran-
 DF de desqualificar empresas e contratar outras, “amigas”, para implantar “lacre eletrônico” em 1 milhão de veículos. Por isso, empresários, um jornalista que noticiou o caso e o pai, conselheiro aposentado do Tribunal de Contas, teriam sofrido até ameaças de morte do secretário de Transportes, Gualter Tavares Neto.

É oficial
Gualter Tavares Neto foi denunciado à polícia e ao Ministério Público do TC-DF. Procurado pela coluna, o secretário se recusou a comentar.

Medo de morrer
Ex-presidente da Asplac, Zilda Xavier confirmou ao MP que recebeu ameaças de Gualter Tavares Neto após decidir denun-ciar o esquema.

Ameaças diretas
Um jornalista, Donny Silva, que noticiou a maracutaia em um blog, levou à polícia as ameaças a ele e sua família, por carta e telefonemas.

Negócio lotérico
O projeto “Lacre Eletrônico”, que vai mudar os lacres de placas de 1 milhão veículos no DF, é um negócio de cerca de R$ 40 milhões.

Protesto dos royalties…
Pegou fogo a sessão de segunda (15) no Tribunal de Justiça do Rio. O presidente, Luiz Zveiter, pediu aos desembargadores que adiassem os julgamentos para irem à passeata “O pré-sal é meu”, do governador Sérgio Cabral. Para o desembargador José Motta Filho, “tais condutas são incompatíveis com deveres da magistratura”. E ironizou: por ser do quinto constitucional, Zveiter não estaria “afeito a essas formalidades”.

O filho do Homem
Depois da visitar os territó-rios palestinos, Lula passou a noite em Belém. Modesto, abriu mão de dormir na manjedoura.

Da série ‘Nunca antes’
Jamais um chefe de Estado ou de governo, em visita oficial, deixou de ir ao túmulo do fundador do Sionismo em Israel.

Que vergonha…
Ex-presos políticos brasileiros, milionários com a picaretagem da bolsa-ditadura, permanecem em silêncio sobre presos e torturados cubanos.

Renan, o relator
O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, vai avocar para si a relatoria da emenda da distribuição de royalties do pré-sal. A tendência é reequilibrar a briga, jogando no lixo a emenda Ibsen Pinheiro.

É só palanque
Profissional da política, Sérgio Cabral encontrou no pré-sal uma forma de fazer campanha antecipada pela reeleição. Ele sabe que a emenda Ibsen Pinheiro será vetada ou alterada, mas percebeu que dá o maior ibope (e votos e apoio na mídia) difundir que o “apocalipse” é iminente.

Trair e coçar…
…é só começar. O clima na Infraero é de avião não reconhecer finger: o lucro irrisório da estatal fez seu presidente, Murilo Marques, subir no telhado, e dois diretores já se ofereceram à Casa Civil para substituí-lo.

Delícias do poder
O comandante da Marinha, almirante Julio Soares de Moura Neto, e sua mulher costumam receber Lula e d. Marisa com freqüência em sua casa, na Península dos Ministros, à beira do lago Paranoá, para noites de bate-papo e birita, ops, biriba. O casal chega sempre de lancha.

Olho na grana
Deputados federais em busca de financiamento para a campanha, organizam na Câmara a “Bancada 21”, para prestar vassalagem ao mexicano Carlos Slim, dono da Embratel e homem mais rico do mundo.

Ah, a concorrência
A Globo optou por futebol e competições sem importância no “Esporte Espetacular”, a Band trouxe a F-Indy para o país e a Record, após as Olimpíadas de Inverno, agora tem a exclusividade do Pan de Medelín.

Petroseinfeld
A discussão dos futuros royalties do pré-sal lembra o mote do célebre seriado americano “Seinfeld”: uma discussão sobre o nada. O mesmo que pensar no que fazer com um possível prêmio da mega em 2015.

Fundo dos fundos
Vice-presidente do DEM, o deputado José Carlos Aleluia (BA) aponta os fundos de pensão das estatais como causa da rixa PT-PMDB: “Recentemente, quase saiu tiro sobre o controle de Furnas”, lembrou.

Pensando bem…
…para os petistas dos fundos de pensão a célebre oração de São Francisco é “pagando que se recebe”.

PODER SEM PUDOR

Vide Verso sumiu

Campanha municipal em Divinópolis (MG). O radialista “Fiico”, um dos mais populares da cidade, animava o comício do PMDB, anunciando cada um dos oradores. A certa altura, ele conferiu a lista e chamou:
– Agora vamos ouvir o Vide Verso!
Ninguém apareceu, “Fiico” seguiu adiante:
– Como esse tal de Vide Verso não veio, vamos chamar o próximo…
Ele nunca entendeu direito por que a platéia morria de rir.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation