Pular para o conteúdo

Estão devendo

Os Ministérios Públicos Federal e Estadual vão fazer a sua parte para cobrar, em juízo, da União e empresas do setor energético o fim dos blecautes ou ‘apagões’ no Estado. A classe política, sobretudo, a bancada federal precisa também fazer a sua. Está devendo.

O que se tem observado ao longo desses meses em que o Estado tem sido castigado com o fornecimento precário de energia elétrica é que a classe política e o próprio governo local têm sido omissos na cobrança de soluções junto às autoridades de Brasília. De modo particular, junto às empresas responsáveis pelo setor.

Dos deputados federais, senadores, eleitos para representar e defender os interesses do povo junto à União, espera-se uma atitude mais incisiva. Se preciso for, até mesmo irreverente.

Talvez, porque não morem aqui e não sofram as conseqüências do problema. Isso, porém, não os exime da responsabilidade de estarem atentos e zelar pelos interesses do Estado e seu povo. A população, empresários, a sociedade de modo geral está sofrendo, tendo sérios prejuízos com os constantes blecautes.

É preciso ver isso. Encontrar soluções intermediárias. Esperar por décadas, como se tem dito, é condenar o Estado e sua população à estagnação, ao atraso.