Ataque do Rio Branco tem sete títulos de artilheiros no Acreano

Falar do “ex-lateral direito” Ley, agora na meia direita – um atacante disfarçado – , é desnecessário, por ser um dos jogadores diferenciados, porém se não bastasse isso o Rio Branco FC conta com uma dupla de ataque que tem nada menos que sete títulos de artilheiros no Campeonato Estadual Acreano. Trata-se de Juliano César e Araújo.Juliano-Cesar
Com seus 31 anos, Juliano César é uma das “cartas marcadas” do Estrelão e do Acreano. Nenhum outro atacante conseguiu alcançar sua marca, com cinco artilharias, entre 2003 e 2007, além do recorde de gols em uma mesma edição do Profissional local, 19 gols em 2005. Na história do Rio Branco, Juliano marcou 115 gols, criando uma identificação com o clube acreano.

Muitos podem imaginar que ser artilheiro no Acreano é fácil, porém seus gols atravessam a fronteira. Nos anos de 2000 e 2001, Juliano foi artilheiro no Estadual Rondoniense, repetindo o feito no amazonense em 2003. Retornou ao rondoniense, jogando pela 2ª Divisão, sendo artilheiro em 2006 e 2009, repetindo o feito na seletiva de 2009 pela seletiva do Paraense.

Porém o seu herdeiro, Araújo, tem demonstrado um faro para o gol. Nos dois últimos anos em que Juliano César não foi artilheiro, foi devido Araújo ter “arrancado” esse título. Em 2008, com nove gols, e 2009,com 10 gols, Araújo, natural de Tarauacá e com apenas 23 anos vem conquistando seu espaço na história do futebol acreano. “Eu e Ley jogamos abertos, com Juliano centralizado, facilitando a movimentação de todos. Estou com confiança e sei que os gols serão consequência”, explicou Araújo. “E independente de quem faça gol, o importante é a vitória do Estrelão”, acrescenta Juliano.

Rio Branco x Náuas – O técnico Tiago Nunes comandou o treino de apronto sem promover nenhuma alteração. A única dúvida é sobre as condições do capitão Zé Marcos na cabeça de área, sentindo dor na coxa. Caso não tenha condições de atuar, Anselmo treinou na posição e fará sua estréia como titular.

Segundo Tiago, o objetivo é dar ritmo e confiança para o grupo, no jogo contra o Náuas, neste domingo, a partir das 17h, no estádio Totão, em Mâncio Lima. A exigência, pelo menos nos treinamentos foi a melhora no passe e na criatividade. A eliminação em 2009, pelo Náuas, não foi esquecida pelo Estrelão, que espera ir a desforra na casa do adversário.

O técnico Neneca, do Náuas, realizou o treino de apronto, porém não definiu quem são os titulares no jogo da “redenção”, após estrear com derrota, também diante da sua torcida. A arbitragem será de Ayrton Viana, auxiliado por Jean Carlos e Charles Oliveira.
Vasco x Plácido – Enfrentando um dos “novos favoritos”, o Plácido de Castro, a equipe do Vasco quer embalar no Campeonato Acreano. As duas equipes abrem a rodada dupla no estádio Arena da Floresta, a partir das 17h30, sendo que ambos precisam da vitória para não deixarem seus adversários diretos pelo G4 disparem.

Preferindo levar o favoritismo para o adversário, o técnico do Vasco, Edson Maria confirma que pretende manter a base as duas alterações serão por necessidade. “Luiz Carlos, expulso, entra Carnaúba, e o Burú, machucado, sai para a entrada de Miller, porém mantendo as mesmas características de nossa equipe, apenas mais atentos e mais solidários em campo”, afirma.

Com uma equipe com boa velocidade e de estatura alta, o Plácido de Castro aposta nos cruzamentos e a velocidade de seus laterais para tentar sair com a vitória. A arbitragem será de Josimar Almeida com os assistentes Janilda Melo e Israel Sampaio.

Juventus x Andirá – Antes de enfrentar o Andirá, o técnico Ico, do AC Juventus, passou durante a semana o vídeo da estréia, apontando os erros e corrigindo as marcações. Durante os treinos, o treinador pediu atenção especial para as bolas paradas do Morcegão, o que considera uma das jogadas mais fortes do adversário.

Para o jogo de fundo do estádio Arena da Floresta, às 19h30, Ico poderá contar como opção os meias João Paulo (recuperado de dengue) e Tiago (retornando do Departamento Médico). “Precisamos do resultado para brigar pelas primeiras posições”, ressaltou o técnico.

Longe da Capital, realizando o treino de apronto no campo do Bela Vista, o técnico Marcelino, do Andirá apontou aos jogadores as falhas e fez as devidas correções, ressaltando que “cada jogo até o final do turno é uma decisão”. A arbitragem será de Luck Jonisson, auxiliado por Gilsomar Lopes e Adriano Formiga.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation