Estrelão apresenta força e velocidade em amistoso

Bem que o Rio Branco FC manteve a base de 2009, porém para os torcedores presentes no estádio José de Melo, no último sábado pela tarde, pode ver um comportamento bem diferente da que perdeu o Estadual e não conseguiu a classificação para a série B na última rodada. Vibrante, marcadora e velocidade – muita velocidade -, foi assim que o Estrelão conseguiu marcar 5 a 0 apenas na primeira etapa do amistoso contra a equipe amadora do Clube de Ponta.
DSCF4554
Claro que a chegada de jogadores como Araújo, Marquinhos Costa, Ivan o Rio Branco teve uma valorização no quadro de jogadores, porém os dois principais ga-nhos dentro de campo foi a mudança de dois jogadores, um no posicionamento (Ley) e outra na atitude (Anselmo).

Um dos melhores apoiadores do futebol acreano, o lateral direito Ley agora tem nova função no comando do técnico Tiago Nunes. Agora sua posição é meia direita, chegando muito para finalizar e – um dos seus defeitos – a parte defensiva fica a cargo do agora lateral direito Ananias. “Dou mais liberdade para ele e com isso ganhamos força de ataque e velocidade”, avalia Tiago.

Anselmo, considerado por muitos anos como uma promessa do futebol acreano, finalmente ganhou a oportunidade, porém não sem antes mudar sua atitude dentro de campo. Diferente daquele jogador com pouca movimentação e tentando sempre conduzir muito a bola, o ex-meia e agora um volante de ligação, combate, disputa todas as bolas, dá carrinho, disputa no corpo a corpo, sem deixar de servir de ligação entre a defesa e o ataque, inclusive chegando para conclusão. Assim foi no primeiro gol que aproveitou cruzamento de Ley, dominou e chutou.

Falar de Juliano César é desnecessário, para quem por várias temporadas foi o artilheiro acreano, tem como parceiro de ataque o jovem e veloz Araújo. Sua velocidade, aliada a de Ley, deixaram três gols no amistoso, além de várias outras jogadas criadas. É importante ressaltar que várias posições ainda estão em disputa e até a estréia, no dia 14, contra o AC Juventus, muita, ou pouca, coisa pode mudar.

A equipe que iniciou o amistoso contou com: Douglas, Esquerdinha, Rafael, Marquinhos Costa, Zé Marcos, Neném, Anselmo, Ley, Araújo e Juliano César. Na segunda etapa, o técnico do Estrelão modificou totalmente os titulares. Os poupados foram o goleiro Acosta e o zagueiro Ico, ambos vindos do departamento médico.

“A parte física ainda não é a ideal, mas já tem que apresentar alguma evolução tática, no posicionamento, equilíbrio defensivo e a chegada forte”, avaliou o técnico, que afirmou que sua principal característica é ser vibrante, por vir de uma escola gaúcha, muita marcação, pegada e não se entregar. Tiago garantiu que os jogadores da categoria de base, inclusive Pretinho, Dragodara e Anselmo, terão seus espaços.

O técnico da equipe amadora do Clube de Ponta, o fisioterapeuta Alex Oliveira, lembrou que o principal objetivo era proporcionar uma boa movimentação de seus comandados e dificultar ao máximo para o Estrelão. “Juntei um grupo de amigos para representar o clube”, disse Alex, lembrando que existe a pretensão de disputar a Segunda Divisão Profissional, porém não em 2011.

Testinha – Na beira do campo, o meia esquerda Testinha trabalhava apenas a parte física. O contrato que ainda tem com o Botafogo/SP impossibilita até mesmo que o jogador treine com bola, o que poderia acarretar em processo ou multa. Porém o jogador está confiante na sua liberação para voltar a defender o Rio Branco.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation