Independência aposta na união e na experiência

Um dos líderes do Campeonato Estadual Acreano de 2010, o Independência FC começa a fazer planejamento para ficar dentro do G4, mas para isso aposta na união do grupo e em um grupo prá lá de experiente.

Com o meia J. Maria, 36 anos, o zagueiro Juscelâneo, 38 anos, além de Paquito, o grupo do tricolor acreano mescla juventude e a experiência para cadenciar durante a competição. “A nossa maior arma é a igualdade, dos jogadores se sentirem no mesmo nível e ninguém se sentir superior ao outro, além da união e da disciplina”, garante o técnico Jangito.

Uma curiosidade é que Juscelâneo esteve presentes em todos os Estaduais Acreanos desde sua profissionalização, em 1989. Será a 21ª participação, tendo em vista que entrou no último jogo contra o Náuas e está confiante em poder entrar contra a Adesg, em Senador Guio-mard, no próximo sábado.

Quem esteve no clube negociando com o diretor de futebol, Raimundo Ferreira, foi o atacante Victor. O jogador esteve emprestado para o Fast e agora quer retornar ao futebol acreano. Júlio César, volante que veio defender as cores do Atlético Acreano, acabou sendo emprestado para o tricolor.

Durante os treinos, o meia J. Maria, responsável por um dos gols do Independência, ficou na margem do campo, com uma luxação no tornozelo esquerdo, porém está confiante no sábado. O problema maior é com o volante Marquinho Calafate. “Vamos levar ele para tratamento, mas o machucado é para 15 dias”, disse Raimundo.

Calculos – Jangito lembrou que em 2009, ainda na direção do Vasco, conseguiu a 4ª colocação do Estadual com 16 pontos conquistados. “Esse ano ainda não sei quantos pontos são necessários, mas sei qual o nosso objetivo: a 4ª colocação. Daí para frente tudo é lucro”, afirma o técnico.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation