Acre sedia 1º encontro de Metrologia do Norte e já tem planos para sede do Inmetro

Passando à frente dos demais estados do Norte, o Acre sedia desde ontem, às 9h, no Hotel Pinheiro, Rio Branco, a 1ª reunião regional do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industrial). O encontro segue hoje (18), durante o dia inteiro, com a meta de estender as ações da rede brasileira de Metrologia e avaliar os trabalhos locais. Em outras palavras, o Inmetro pretende implementar novos métodos de testes de qualidade, reciclar antigos e aplicar recursos para desenvolver o grande potencial acreano, o que inclui até planos para uma sede própria do órgão.

São pretensões ousadas, porém, que fazem absoluto sentido diante do trabalho realizado pela Secretaria de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia, responsável por aplicar os exames práticos do Instituto Nacional de Metrologia.

Segundo o coordenador geral do Inmetro, Omer Pohlmann, a ciência dos testes de qualidade está sendo tão bem aplicada no Acre que já está transformando-o num modelo para os demais estados da região. “A fiscalização de aparelhos e peças de mediação é feita com muita eficiência por aqui. Existe um padrão único de sustentabilidade. Por isso, eu acredito que a rede nacional e o Governo do Acre devem aumentar os recursos para melhorar ainda mais este trabalho, ampliando as ações locais”, comentou.

Atualmente, a Secretaria de Ciência e Tecnologia possui uma divisão que pesa e mede a precisão de alguns aparelhos de medição (bombas de combustíveis, balanças, taxímetros, etc), além de ensacadores e embaladores. O objetivo do Inmetro e do órgão local é estender tais ações a níveis mais complexos, como peças de carros, motos e caminhões, a fim de garantir mais qualidade aos motoristas acreanos.

“E para fazer isso precisamos aumentar a equipe técnica, os recursos e os postos locais de educação, que ainda são carentes no Estado. E daí que surge a necessidade de uma sede do Inmetro em RioBranco para guiar todos estes pontos”, completou Omer. 

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation