Binho entrega mais uma escola no Segundo Distrito

O governador Binho Marques entregou ontem, 5, a Escola de Ensino Fundamental Belo Jardim I, que possui oito salas de aula com capacidade para 450 alunos em dois turnos e custou R$ 1,6 milhão. “Assim como a música é boa para nossos ouvidos, as flores são maravilhosas para nossos olhos”, disse o governador referindo-se à beleza do espaço, recortado de árvores e plantas ornamentais. Soma-se a isso, lembrou Binho Marques, o esmero arquitetônico que mantém o padrão das demais escolas ao mesmo tempo em que é diferente, já que traz a aplicação de tijolo maciço nas paredes. “É uma bela escola, que certamente terá uma bela história”, completou a secretária de Estado da Educação, Maria Corrêa.Binho-06-03
A unidade amplia as atividades da educação básica na região anexa à Zona de Atendimento Prioritário (ZAP) Santa Inês, traz maior segurança aos alunos – os quais não precisam mais atravessar a BR-364 para estudar no espaço da Escola Duque de Caxias, que durante dois anos abrigou os estudantes daquela região (as aulas eram ministradas em um anexo de quatro salas) – e conta com acesso livre e gratuito à internet através do programa Floresta Digital.

Estiveram presentes o deputado federal Fernando Melo; o vice-prefeito da Capital, Eduardo Farias; o presidente da Câmara de Vereadores de Rio Branco, Jessé Santiago; o secretário de Estado de Obras Públicas, Eduardo Vieira; e Leidinho Silva, presidente da Associação dos Moradores do Belo Jardim I, e voluntário do programa Amigos da Escola.

O nome da escola foi escolhido pela própria comunidade, numa forma de homenagear o bairro. Criada em 2008, alcançou avanços significativos em vários pontos, mas especialmente na prevenção de acidentes e vio-lência entre estudantes. A diretora Suelange Gomes e sua equipe implantaram o projeto Eu Gosto de Brincar, que reduziu a praticamente zero o índice de ocorrências envolvendo acidentes e brigas entre estudantes ao resgatar brincadeiras folclóricas e tradicionais, e as cantigas de roda, diversões que andavam esquecidas entre as famílias.

Outra atividade de impacto é o Projeto Verde, realizado em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). O espaço da escola está dividido em três ambientes: jardim, pomar e horta, e os alunos aprendem técnicas de cultivo de hortaliças e manejo do verde, numa prestação de serviço ambiental que valoriza o tema da sustentabilidade e busca melhorar a segurança alimentar dos estudantes ao incorporar  na merenda frutas e verduras produzidas na própria escola.

A diretora da escola compara a implantação da escola como a realização de um sonho. “De repente eu vi que não sonhava sozinha, mas que se tratava de um sonho de todos. E então o sonho se realizou”, disse a gestora, que se habilitou ao cargo através de concurso público. A Escola Belo Jardim mantém ainda atividades como Momento Cívico, onde os alunos cantam o Hino Nacional; aulas teóricas e práticas, aproveitando o bosque do pátio; Recreio Dirigido; Sexta da Leitura; atividades de contra-turno como escolinha de futebol, tae-kwon-do; pintura, informática, e palestras e cursos dirigidos à comunidade como informática, cabeleireiro, manicure e culinária, estes realizados em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Ao visitar as salas de aula, Binho Marques recebeu das mãos da estudante Maria Rita, de 6 anos, um quadro pintado pelos alunos da 1ª série.

Apenas no Segundo Distrito de Rio Branco o Governo do Acre já investiu R$ 12,4 milhões em novas escolas. Já estão em funcionamento naquela região os seguintes estabelecimentos de ensino: Josué Fernandes, Sebastião Pedrosa, Terezinha Miguéis, Duque de Caxias, Roberto Sanches Mubarac e Belo Jardim I, além da implantação em reforma de diversas outras.

Lideranças destacam compromisso de Binho com  Educação
Os gestores, líderes políticos e comunitários presentes à inauguração da Escola Belo Jardim fizeram destaque especial ao envolvimento do governador Binho Marques com a Educação. Para o vice-prefeito de Rio Branco, Eduardo Farias, o momento é extremamente significativo. “Estamos avançando muito na Educação. Os indicadores mostram que a nossa união, o trabalho conjunto entre governo e prefeitura tem sido eficaz e vem atendendo aos anseios da nossa população”, disse Farias.

O presidente da Associação de Moradores do bairro, Leidinho Silva, lembrou que ao lutar para construir a escola no próprio Belo Jardim,  o governo trouxe maior segurança aos estudantes, que não precisam mais de atravessar a BR-364, que corta a região, para estudar. “Muitas crianças perderam a vida por causa disso”, afirmou o líder, completando que “a comunidade está muito agradecida pela nova escola”.

De seu lado, o deputado federal Fernando Melo se disse honrado em estar participando das mudanças que vem fazendo do Acre um bom lugar para se viver. “Quem sai ganhando é a comunidade. Fico feliz de estar participando da história dessas mudanças”, declarou o parlamentar.

Acompanhando o governador nas inaugurações, o presidente da Câmara de Vereadores de Rio Branco, Jessé Santiago avalia que o governo realiza muito, mas não trata com alarde o que vem fazendo pelo Acre. “Parabéns pelo seu governo, equilibrado, transparente e comprometido com a educação”, disse o vereador.

Regime de colaboração Governo e Prefeitura é único no país e vem produzindo índices de desempenho cada vez maiores
O Acre é o único Estado que cumpre com clareza a Constituição Federal no dispositivo que trata do regime de colaboração entre os entes federados em favor da educação. O Pacto pela Educação, parceria de ações na área educacional estabelecida entre o governo e a Prefeitura de Rio Branco, foi firmado pelo governador Binho Marques e o prefeito Raimundo Angelim em 2008. O Estado constrói e mantém a escola enquanto o Município cuida da questão pedagógica.  

As ações do Pacto têm como objetivo garantir e ampliar o acesso à Educação Básica para toda a população em idade escolar. Essa parceria vem sendo objeto de reconhecimento e de teses acadêmicas. E os resultados confirmam sua singularidade: em 2009, os alunos da rede de Rio Branco tiveram o melhor desempenho da região Norte em língua portuguesa nas avaliações do Ministério da Educação. Com isso, Rio Branco está entre as cinco capitais brasileiras com melhor pontuação no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). “De 2007 para 2009 o Acre cresceu 11 pontos nas avaliações do MEC”, disse Lígia Ribeiro, coordenadora de Ensino da Secretaria Municipal de Educação. “Não existe nada no Brasil e graças a isto estamos crescendo na qualidade do ensino”, finalizou o governador Binho Marques.   

Floresta Digital
A direção da Escola Belo Jardim  anunciou a implantação do  curso de internet no laboratório de informática que possui 17 computadores. “Graças a chegada do programa Floresta Digital, que disponibiliza sinal e acesso gratuito à internet, pais, comunidade e alunos farão uso desta ferramenta de conhecimento tão necessária nos dias de hoje”, disse a diretora Suelange Gomes.

O trabalho vem sendo possibilitado pelo programa Floresta Digital, a maior ação de inclusão digital do país que vem garantindo sinal livre e gratuito de internet para todo o Estado. “Gosto muito de estudar aqui. A escola é bonita”, disse a estudante Leidiane, de 11 anos, diante do computador. (Agência Acre)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation