Família de criança morta em acidente na Via Verde decide doar córneas

A família de Saymon Ga-briel de Souza Borges, 7 anos, morto no acidente de trânsito ocorrido na tarde de quinta-feira, 18, na Via Verde, trecho da BR-364, durante “racha” entre caminhões decidiu doar as córneas.

A informação foi repassada a imprensa pela coordenadora da equipe de Transplantes de Cór-neas do Acre, Natália Moreno.

Segundo Natália, essa atitude da família é de grande importância e a decisão é difícil em um momento de dor da perda de um ente querido, mas a certeza de um ato nobre e oferecer a possibilidade de alguém poder ter mais qualidade de vida amenizam a dor da perda.

O primeiro transplante oficial do Estado ocorreu no dia 15 de março do ano passado, quando familiares do estudante Mariceldo Dócimo Bentes, 28, que teve morte cerebral após cair de uma árvore, resolveram doar os órgãos que foram captados em Rio Branco, levados para São Paulo, onde um acreano foi beneficiado com o transplante de fígado doado por Mariceldo.

A doação dos órgãos obedece a uma rigorosa fila única de pacientes que aguardam órgãos no Brasil.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation