Homem tem perna decepada em acidente de trânsito

O acidente aconteceu por volta das 23h30 de domingo, 21,  na esquina da Avenida Getúlio Vargas e Rua Coronel José Galdino, bairro Bosque.

decepado

A colisão entre um veículo Gol, placas, MZQ 6679 conduzido por Deusivan Ferreira de Souza, 32 anos e a motocicleta, placa MZT 0344, pilotada por Antonio Lima da Silva, 28 anos.

Segundo informações de testemunhas do acidente o motociclista trafegava na Avenida Getúlio Vargas sentido centro/bairro e o motorista do gol fazia o trajeto contrário quando tentou fazer manobra para entrar na Rua Coronel José Galdino e bateu na moto.

O piloto da moto estava acompanhado da mulher Priscila Soares de Oliveira, 18 anos, com o impacto violento da colisão o casal foi lançado a cerca de 30 metros de distância do ponto da batida e o piloto da moto teve a perna esquerda decepada na hora do acidente.

Testemunhas informaram a Policia de Trânsito que o motorista do veículo pegou o casal da moto já na contra mão. ”Ele não prestou atenção que a moto vinha no sentido centro/bairro, o motociclista ainda tentou desviar do carro, mas estava em alta velocidade e ainda bateu na lateral esquerda do carro que estava totalmente no meio da rua” contou Antonio José que se encontrava em frente a um Posto de Combustível.

As pessoas que passavam no local do acidente no exato momento em que aconteceu ficaram em estado de choque ao perceber que mesmo com a perna decepada a vítima estava consciente. ”Nunca tinha visto uma cena tão violenta, o rapaz com a perna decepada e preocupado com a esposa que ficou inconsciente, ela bateu a cabeça no meio fio da rua” declarou a auxiliar de escritório Isabel Antunes.

Duas equipes de paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU socorreram as vítimas que foram encaminhadas ao Pronto Socorro de Rio Branco em estado gravíssimo.

O motorista do veículo Deusivan Ferreira contou á Polícia que trafegava na Avenida Getúlio Vargas sentido bairro/centro e teria sinalizado que entraria para a esquerda, quando a moto apareceu, ele não teve tempo de frear. ”Tudo aconteceu muito rápido, eu parei, dei sinal que entraria para a esquerda e de repente a moto surge” afirmou o motorista do veículo.

Deusivan Ferreira viajava na companhia da família, ele permaneceu no local do acidente, chamou socorro para as vítimas e aguardou a chegada da Polícia de Trânsito.

decepado_1 decepado_2 decepado_3 decepado_4 decepado_5 decepado_6 decepado_7 decepado_8

 

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation