Professor acusado de pedofilia pode ser preso a qualquer momento

A Justiça decretou na manhã de ontem a prisão do professor de ensino primário Antônio José da Silva, acusado de violentar sexualmente um aluno de apenas 6 anos, da Escola Samuel Barreiro.  A prisão deve acontecer a qualquer momento.

Ele foi denunciado na última sexta-feira pela família da criança à delegada Mádhia El-Shawwa, do Núcleo de Atendimento a Crianças e Adolescentes. Segundo a família, o professor teria atraído o aluno até sua casa com a desculpa de lhe presentear com um violão. Na residência, o acusado teria violentado o menor e ainda teria tentado estrangulá-lo.

A delegada colheu depoimento de testemunhas, da família e da vítima. O laudo de conjunção carnal comprovou a violência.
Baseada nas provas testemunhais e técnicas Márdhia El-Shawwa pediu à Justiça a decretação de prisão ao acusado.

Segundo informações extra-oficiais, o professor Antônio José já teria abusado de outras crianças em outra escola, mas não foi denunciado por medo e vergonha das famílias das vítimas. 

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation