Angelim e Tião buscam apoio para investimentos de R$ 86 milhões

O prefeito de Rio Branco Raimundo Angelim, acompanhado do senador Tião Viana, participou esta semana, em Brasília, de uma extensa agenda de reuniões que podem garantir à gestão municipal, a partir de 2011, recursos extras estimados em R$ 86 milhões para áreas de infra-estrutura, desenvolvimento sustentável e social e mobilidade urbana.Tiao-angelim-hoje-2003
Os recursos estão sendo viabilizados em duas áreas distintas. A primeira através da CAF – Corporação Andina de Fomento e a segunda via BNDES e que deve ser incluída no Programa de Aceleração do Crescimento – PAC II a ser lançado no final deste mês pelo presidente Lula.

A CAF é uma instituição financeira multilateral fundada em 1970 pelos governos dos países da Bolívia, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela. Atualmente 12 países sócios e 16 bancos privados compõem a instituição. Com o BNDES, a prefeitura de Rio Branco mantém parceria desde 2007 e os recursos que devem entrar no PAC II serão usados na área de mobilidade urbana.

Na primeira reunião, Angelim e Tião Viana conversaram com o assessor especial de Paulo Bernardo, ministro do Planejamento, Alexandre Kalil Pires, para tratar do trâmite legal para que a prefeitura de Rio Branco formalize o contrato com a CAF para investimentos no município na área de infra-estrutura que podem chegar a R$ 50 milhões.

Do assessor especial do ministro, Angelim e Tião Viana receberam a garantia de que serão feitos todos os esforços junto ao Governo Federal, notadamente no âmbito do próprio ministério, do Cofiex, da Secretaria do Tesouro Nacional e posteriormente no Senado, para aprovação do projeto.

A segunda audiência de Tião Viana e Angelim foi com a diretora representante no Brasil Corporação Andina de Fomento, Moira Paz-Estenssoro, em busca de apoio para obtenção de recursos e para tratar da carta consulta que deve ser encaminhada ao governo brasileiro. A reunião foi realizada na sede da Corporação em Brasília.

Angelim fez uma explanação sobre todos os projetos que estão sendo executados pela prefeitura de Rio Branco e sobre o modelo de gestão e planejamento do município. Paz-Estenssoro elogiou o modelo de gestão e planejamento do município e aceitou o convite do prefeito para visitar a Capital nos próximos meses e disse que a instituição tem interesse de firmar parceria com o município, devido ao seu potencial de crescimento econômico.

Angelim também esteve na casa Civil da Presidência da República. A audiência foi viabilizada pelo senador Tião Viana, com o assessor especial da ministra Dilma Rousseff, Dr. Maurício, para discutir a liberação de contratos da prefeitura com o BNDES na área de mobilidade urbana, estimado em R$ 36 milhões.  (Ascom PMRB)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation