Pular para o conteúdo

Governo do Acre e Marinha do Brasil negociam implantação de agência fluvial em Cruzeiro do Sul

No Vale do Juruá existem ainda muitas embarcações navegando sem documentação e sem o cumprimento de todas as exigências de segurança para os passageiros. Por este motivo, existe uma demanda na região por uma presença mais efetiva da Marinha do Brasil com a disponibilização de uma base da Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental em Cruzeiro do Sul. No último dia 19, o vice-governador César Messias esteve em Manaus onde foi recebido pelo comandante do 9º Distrito Naval VA Fernandes, o comandante da Flotilha do Amazonas, CMG Henrique Rocha e o comandante da Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental, CMG Odi-lon onde abordaram o assunto.

No encontro, foram tratados dois assuntos de grande importância: a renovação da parceria entre o governo e a marinha referente ao navio de Assistência Hospitalar Dr. Montenegro que há dez anos consecutivos atende às populações ribeirinhas no Vale do Juruá e a criação de uma agência fluvial em Cruzeiro do Sul. Na volta, uma comissão da Marinha acompanhou o vice-governador para verificar a expressividade e a potencialidade de crescimento do tráfego fluvial na região bem como buscar um local para a Marinha do Brasil se estabelecer.

Argumenta o vice-governador: “a Marinha se estabelecendo é mais um ente federal presente na região. Já temos o Exército e a Aeronáutica”.

César Messias lembrou que em 2008, a convite do senador Tião Viana, o comandante da Marinha, Moura Neto, visitou o Estado. Na ocasião externou interesse em aprofundar as parcerias entre o Acre e a Marinha, tendo garantido apoio na criação de infra-estrutura para a Marinha se estabelecer.

“Com o senador Tião Viana fizemos a reivindicação de que seja instalada em Cruzeiro do Sul uma base da Marinha, haja vista o grande número de balsas, rebocadores e batelões nesta região. Toda vez que algum empresário ou algum dono de embarcação necessita de alguma coisa da Marinha ele tem que se deslocar até o município de Eirunepé”, disse César. Em Eirunepé fica situada uma agência da capitania fluvial, a mais próxima de Cruzeiro do Sul, mesmo assim distante dois dias de balsa. Segundo o vice-governador já existe a determinação da Marinha em se estabelecer na região. (Agência Acre)