Petecão destaca prioridades para a Comissão da Amazônia

Reconduzido à vice-presidência da Comissão da Amazônia da Câmara dos Deputados, o deputado Sérgio Petecão (PMN) disse, ontem em Brasília,que as discussões este ano de 2010 deverão estar mais centradas em projetos e ações que interessem diretamente à comunidade local por se tratar de um ano eleitoral, onde as plataformas de campanha deverão ganhar destaque. Por isto mesmo, o deputado declarou que uma das primeiras ações será chamar os candidatos à Presidência da República para exporem seus planos e metas para a Amazônia, “e verificar seu grau de comprometimento com a região”. O deputado falou que é fundamental saber da posição de cada candidato a respeito de assuntos que dizem respeito diretamente a Amazônia e seu povo, “e que fazem toda a diferença no dia-a-dia da população“.

Dentre os assuntos importantes, Petecão destacou a questão do Código Florestal, que deverá servir de referência a todo esforço desenvolvimentista. Para ele, o essencial é colocar o homem amazônico como ponto central das discussões. Por isto mesmo, garantiu, é preciso evitar o progresso a qualquer custo, com a destruição dos recursos naturais, como também o engessamento das ações que travam o desenvolvimento, “em nome da preservação do santuário ecológico que a região representa”. O parlamentar lembrou ainda à necessidade de se discutir a aviação regional, como forma de facilitar o deslocamento das comunidades e estimular o turismo, como também debater o acesso à internet banda larga e a telefonia móvel. “São itens aparentemente comuns, mas fundamentais para quem mora na região”.

Potencial candidato ao Senado Federal, Petecão afirmou que vem acompanhando de perto o desdobramento das atividades do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para a região e pretende ainda participar do esforço regional para fortalecer o Fundo da Amazônia, criado para estímulo de investimento em atividades sustentadas. O importante, de acordo com o parlamentar, é que estes grandes programas federais tomem forma na região, que precisa mais que nunca de estímulo para um desenvolvimento equilibrado “que venha realmente ao encontro das necessidades da população local”.

O parlamentar lembrou ainda que a Comissão da Amazônia já tem audiência pública prevista com o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, e o presidente do Banco do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, para debater sobre os critérios de liberação de recursos do Fundo da Ama-zônia. A idéia, segundo o deputado, é sensibilizar o BNDES – gestor do Fundo da Amazônia – para flexibilizar as condições de liberação, hoje consideradas muito rígidas pelos empreendedores locais. Na verdade – disse o deputado – vamos aproveitar o ano eleitoral para solicitar o comprometimento pessoal dos pré-candidatos com a região, e saber também que tipo de programas e projetos eles guardam para a região. E vamos descobrir ainda que idéias e planos  estão reservados para o Acre. (Assessoria)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation