O capeta não existe!

Com freqüência escuto pessoas, que dizem ter um bom relacionamento com Deus, dizerem que o capeta existe.

Como assim???

Como é que se pode acreditar em dois “senhores”???

Ou se acredita em Deus ou se acredita no diabo.

Acreditar é dar crédito à alguém.

Não podemos dar crédito ao Deus do bem, da misericórdia, ao todo poderoso, dono dos céus e da terra e ao mesmo tempo acreditar que existe o capeta e que ele fica rondando, usando de todos os artifícios maléficos para te ferrar.

Eu acredito em Deus!

E acredito que todas as coisas que me acontecem, que eu considero ruins, são também coisas de Deus.

O capeta não tem o poder de determinar quando uma folha da árvore vai cair. Deus tem!

Se eu sinto uma dor, se um negócio que estava prestes a ser fechado não se concretiza, se o pneu do carro furou dentro da garagem eu pergunto: E aí papai do céu? O que é que você está querendo que eu faça? Ou melhor: o que é que você quer que eu não faça?

As pessoas têm mania de dizerem que as coisas dão errado em suas vidas porque o demônio colocou seu dedinho no meio. É melhor parar para pensar.
Na maioria das vezes, as coisas dão erradas porque não fizemos da forma certa desde o princípio. Nas outras vezes é Deus interferindo para que a gente mude a direção, faça diferente ou até mesmo não faça para não se dar mal.

Muita gente confunde persistência com teimosia e se dá muito mal. Quer um exemplo?

Quando uma pessoa quer por que quer um carro novo e começa a procurar um financiamento e esbarra em muita burocracia, acaba descobrindo que seu nome está no SPC, no Serasa, não consegue um fiador, ela fica furiosa e diz que é o diabo que está se metendo e não pensa que pode ser Deus a livrando de uma dívida que ela não teria condições de pagar.

Todas as vezes que teimei com os acontecimentos, com as situações adversas, eu me dei mal e aprendi que Deus age em nossas vidas de maneiras incríveis. Não do jeito que a gente quer, mas do jeito que ele quer que seja melhor para cada um de nós.

Se um projeto não está dando certo, pare. Perca o dinheiro que você já investiu, mas não continue dando murro em ponta de faca só por vaidade ou orgulho. As coisas quando são de Deus não são difíceis.

Às vezes acreditamos que estamos fazendo o que é melhor, com as melhores intenções, sem analisarmos se, de fato, é o melhor para nossa vida.
O importante é saber ler e interpretar os percalços da vida. Deus está no comando e se as coisas não estão acontecendo do jeito que você quer é porque Deus não quer te ver em uma enrascada.

Dê crédito a quem merece crédito. Deus é Deus e o capeta, como se pinta, para mim não existe.

Eliane Sinhasique é jornalista, radia-lista e publicitária
[email protected]

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation