PARA ARIANA CELÃO 06

Bandeira1Ariana amiga, eu te escrevi ontem só que não foi possível chegar até aí. Amiga não vou bem, porque estou sentindo muitas saudades da minha filhinha, co-mo você sabe nunca me separei dela, sofria mais era com ela nos meus braços, a pior dor Ariana, é a dor da saudade, só Deus mesmo pra confortar nossos corações.

Amiga como você sabe, já passei três anos nessa cadeia, mas nunca deixei alguém que eu amasse tanto como amo minha filha. Voltei agora, porque não terminei de pagar, mas fica tranqüila porque tudo na vida passa e isso que você está passando – passará. Se você já fosse sentenciada eu ia fazer uma correria pra você sair do “celão”, e ir pra uma “celinha” que as meninas quase todas já puxaram cadeia comigo. Você caiu com quanto de droga? Quem está vindo te visitar? Responda?

Fique com Deus, beijos Hilda.

A carta passou de uma cela para outra até chegar ao destino no bloco feminino do Presídio Francisco de Oliveira Conde.

 Pode-se notar que a forma de comunicação entre os presos (as) ainda é a velha carta, outra coisa a se notar são as gírias, exemplo: Celão e Celinha. Por sinal, não ficou muito claro, mas, uma das duas celas deve servir como castigo ou uma espécie de “punição interna” determinada pela administração do presídio para quem foge as regras, isso é uma hipótese. Notem também, a palavra “correria”? Será que é reivindicação, possibilidade de greve, protesto? Provavelmente, o sentido da palavra deve ser um destes.

A conclusão é que Hilda voltou a cumprir pena, e na cadeia, tem alguém para se comunicar mostrando que não perdeu os sentimentos, a saudade pela filha, o maior bem que possui do lado de fora dos paredões.

FALA POVO

Caríssimo Michelangelo Botto, 
No sábado consegui ler A VOZ DO POVO e pude saber das notícias do Acre pela internet. Realmente achei estranho, um senhor ausenta-se dois anos para um tratamento de saúde em Goiânia e depois quando volta, recebe um atestado de óbito! O problema maior é a batalha na Justiça para provar que, de direito, continua vivo e a morosidade da máquina judiciária não ajuda muito em nada.

Fiquei também feliz por saber que a polícia aí de Rio Branco já está localizando a família daquele senhor, protagonista da matéria intitu-lada “Cara Murcha” tratada anteriormente pela sua Coluna. Espero que isso aconteça o mais depressa possível. Porque é desumana a vida que este senhor leva num barraco situado próximo de um morro que ameaça desmoronar com uma chuva mais forte.

Como será que esse senhor perdeu toda a riqueza que tinha heim? Será que ele teve um acidente e está sofrendo de amnésia? Quem sabe se não foi roubado até por pessoas que teriam se aproveitado de um problema como a amnésia para poder desapossá-lo de seus bens?

Uma feliz Páscoa para você e parabéns pelas notícias sempre interessantes que são trazidas ao público através de “A Voz do Povo”.

 Um grande abraço.

  Ocenilda Santana de Sousa
Tradutora

LUTO OFICIAL
BandeiraEm homenagem ao jornalista Armando Nogueira, a bandeira acreana ficou a meio mastro (foto).  Uma bonita e reconhecida lembrança do Estado e seu povo, ao xapuriense que fez história.

 

 

 

 

RELIGIÃO
O CRISTIANISMO FEITO PARA SER VIVIDO POR PAIXÃO

Passou a Semana Santa, então nada melhor que fazermos reflexão sobre o Cristianismo, tentando estabelecer uma pequena distinção entre “lei” e “espírito”. O Frei Cantalamessa, da Cúria Romana, pode nos ajudar a esclarecer o tema, já que recentemente o Vaticano tratou do assunto ao discorrer sobre a “vida nova”.

“Toda religião humana ou filosofia religiosa começa dizendo ao homem qual atitude tomar para se salvar… Mas o Cristianismo não começa por dizer ao homem o que ele deve fazer, mas aquilo que Deus fez por ele. Jesus não começou a pregar dizendo: ‘Convertei-vos e crede no Evangelho para que o Reino de Deus venha até vós’; mas começou dizendo: ‘O Reino de Deus está no meio de vós’ – sem que vós o tenhais merecido, gratuitamente! – ‘convertei-vos e crede no Evangelho’. Não antes a conversão e depois a salvação, mas primeiro a salvação, o dom e depois a conversão, o dever”.

“O amor é uma lei, ‘a lei do Espírito’, no sentido que cria no cristão um dinamismo que o impulsiona a fazer tudo aquilo que Deus quer, espontaneamente, porque fez própria a vontade de Deus e ama tudo aquilo que Deus ama. Impulsiona a fazer coisas por atração e não por obrigação: e esta é a grande conquista que o povo cristão deve fazer. O cristianismo é feito para ser vivido por atração, por paixão, não por constrição”.

“É do dom que brota a salvação e não o contrário” –  “a lei do Espírito não é em sentido estrito (objetivo) – acrescentou o pregador da Casa Pontifícia – aquela promulgada por Jesus no Sermão da Montanha, mas aquela que ele gravou em nossos corações em Pentecostes”.
Nesse âmbito, Frei Cantala-messa prosseguiu indicando que o sacerdote tem a tarefa de “ajudar os irmãos a viver a novidade da graça”, a perceber que o cristianismo não é uma doutrina, mas uma pessoa, descobrindo a beleza infinita de Cristo, as maravilhas do Espírito. Mas uma das dificuldades, é que o homem de hoje crê que sua salvação dependa exclusivamente de si:

“Salvar-se ‘por graça’ significa reconhecer a dependência de alguém e isto parece ser a coisa mais difícil. É a explicação que São Bernardo dá sobre o pecado de Satanás: ele preferiu ser a mais infeliz das criaturas por mérito próprio, ao invés de ser a mais feliz por graça de outro; preferiu ser ‘infeliz, mas soberano, ao invés de ser feliz, mas dependente’… A rejeição ao Cristianismo, praticada em alguns níveis de nossa cultura ocidental, quando não é rejeição à Igreja e ao cristãos, é rejeição da graça”, finalizou.

ÚLTIMAS DO DIA

* Estava escrito nas estrelas: Henrique Afonso para federal. Não tinha para onde correr, depois das declarações da senadora Marina Silva (PV) a imprensa, em apoio a Frente Popular do Acre, o deputado ficou enfraquecido politicamente e vai partir ‘meio que apertado’ para a reeleição.

* “Quem o chamava de doido com certeza tinha medo dele”. Na verdade, Edivaldo Guedes, demonstrou em vida, como político, ser muito inteligente, além de demonstrar grande respeito pelo povo humilde…

* …lembro que foi um excelente colaborador quando o programa A VOZ DO POVO estava no ar, com opiniões firmes que repercutiam na cidade, gostava do bom debate e elevava a voz quando via injustiças. Ao pegar o microfone, batia forte, tinha um discurso invejável e, hoje, se tivesse um mandato seria um digno representante, chegou a ser vereador, mas morreu pobre aos sessenta e dois anos, ainda pensava longe, queria ser governador do Estado pelo seu último partido, o PSOL…

* …andava com uma pasta preta, dentro dela levava o revólver calibre 38, cano longo (não sei se tinha porte), que mais parecia rifle. Certa vez, no calor do debate, Edivaldo ameaçou tirar a arma, na verdade puxou um tijolo para tranqüilidade dos convidados e telespectadores do programa de televisão. Era assim, irrequieto e surpreendente, sabia prender o público a seu favor. Que Deus o ilumine!

* Ninguém noticiou, mas há três semanas um agente penitenciário de apenas 21 anos de idade, teria morrido de meningite na URS – Unidade de Recuperação Social Francisco de Oliveira Conde…

* …a Vigilância Sanitária precisa passar urgentemente no presídio e, verificar a veracidade da denúncia, antes mesmo que o “quadro” se agrave e outros funcionários ou mesmo presos que ainda não sabem das causas, tenham contraído o vírus da doença. Feito o registro que serve como alerta!

* Iapen fechou a sindicância interna apontando nada menos que quinze agentes penitenciários envolvidos na morte de Magaiver. Abrindo um rápido parêntese, mas desculpem a franqueza, é muita gente batendo num homem só, se era essa a intenção, por que não foram no mano a mano com ele?

* Diante desse fato novo revelado pela coluna, como é que vão agir as autoridades, pois seis já estão presos, com mais nove suspeitos a vista, a polícia pretende carrear o processo indiciando também os outros?

* Aliás, chega a informação que o advogado Armyson Carvalho, pediu acertadamente em juízo a recons-tituição de todos os fatos, ou seja, desde a saída do preso “sob escolta” do município de Sena Madureira até a chegada na Capital, onde teria sido torturado e morto com direito a “Corredor Polonês” no presídio Antonio Amaro Alves.

* Se for dada à reconstituição, a verdade e também as contradições envolvendo o caso, irão com certeza aflorar mais rapidamente. De uma maneira ou de outra ajudará no discernimento do juiz que pode até revogar as prisões.

* As faculdades particulares não poderão mais cobrar para expedir e registrar os diplomas dos cursos superiores. A decisão, que está no parecer 11/2010 do Conselho Nacional de Educação (CNE), foi homologada no dia 1º e publicada esta semana no DOU (Diário Oficial da União).

* Depois de um tempo afastada do vídeo, Glória Maria, considerada uma das repórteres mais antigas e experientes da televisão brasileira, volta hoje à telinha no Globo Repórter.

* Amanhã às 16h, na Biblioteca da Floresta, tem reunião da Sociedade Philosophia com Marcos Afonso falando de Renascentismo.

* Querem ficar com o look pin-up? A expert em moda Jackie Pinheiro, foi buscar a novidade longe e mostra o estilo que era OUT e virou IN. Acesse: www.agazeta.net e saiba mais do mundo fashion.

* Roberto Barros assume como procurador-geral do Estado. Nomeação mais que acertada.

* O Estrelão, me refiro ao time, voltou a brilhar no Campeonato Acreano de Futebol. Apesar das especulações de mudanças na Comissão Técnica, o treinador Tiago Nunes, voltou a sorrir com as últimas vitórias e, esta de boa, com a torcida e os dirigentes do clube.

* Por último, anotem aí, o novo Ginásio do SESI deve ser inaugurado no dia 1º de maio, na abertura dos jogos industriários.

* Bom fim de semana.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation