Pular para o conteúdo

Reprise de “Ester” na Record é outro grande erro

Mais uma da série “complicado de entender” é essa história da Record reprisar “Ester”, a partir de amanhã, às 6 da tarde. Tudo errado.

Primeiro que acabou outro dia. Nem esfriou. E, segundo, o seguinte: apresentam os seus 10 capítulos nesse horário, como enfrentamento a uma estréia da Globo e até com a possibilidade de conseguir alguma audiência, mas e o que virá em seguida? Uma minissérie que não existe? Ou depois de “A História de Ester”, por acaso, entrará “A História do Pica Pau”? Televisão é hábito. Não adianta jogar desse jeito porque a chance de dar certo está próxima de zero.

Aliás, dentro da mesma Record, há um bom exemplo de fixação de grade, que é a programação da manhã. Logo após a igreja, a emissora exibe os seus informativos, o “Hoje em Dia” na sequência e prossegue com os jornais locais na hora do almoço. Está sempre ali, no perde e ganha, mas com índices de audiência muito seguros. No mais, tanto à tarde como à noite, nessas mudanças que sempre partem da sua alta cúpula, os resultados e as consequências sempre são desastrosos. Não levam lamentavelmente a lugar nenhum.

E essa agora
Na Globo, contam que o diretor Ricardo Waddington quer utilizar atores mineiros no se-riado “A Cura”. Isso é ótimo. Importante dar oportunidade para o talento local.
Mas, justificam, que é pelo jeito de falar e andar. Falar, tudo bem, mas andar?
Querem dizer que mineiro anda diferente dos outros? Tenho certeza que não.
 
Toque importante
Legal o destaque que o SBT, via “Uma Rosa com Amor”, vai dando a alguns talentos do teatro e cinema, que a televisão insiste em deixar de lado ou esquecer que existem.
Os exemplos são muitos, portanto, dispensáveis.
Por sinal, essa função de diretor de elenco é uma que merece melhor análise. Por que sempre os mesmos e os mais próximos?
 
Deslumbramento
Meninada do Santos, depois da entrevista no “Jô”, invadiu o “Bem Amigos” do Galvão Bueno.
Fonte da Vila Belmiro, muito próxima a tudo, passa que já existe um saltinho alto em questão.
O futebol praticado realmente é o que há de mais bonito no momento. Mas título, por enquanto, ninguém ganhou nenhum.

Que bom
Acabo de saber que o Borracha, Alexandre Moura, operador de câmera, que também estava no acidente com o helicóptero da Record, saiu do hospital. Ficou quase dois meses internado.
Agora vai continuar a sua recuperação em casa.

Eva-Wilma
Girassol – I
Eva Wilma, longe das novelas há mais de 3 anos, tem o seu retorno assegurado na Globo em “Girassol”, novela do Walther Negrão para o horário das 6.
Já ficou acertado que ela não irá aparecer nas primeiras semanas, mas viverá um dos principais papéis da história – a mãe do protagonista.
 
Girassol – II
Marcos Schechtman, diretor de “Girassol”, já escolheu as locações na região do Araguaia, em Goiás, e apresentou testes de vídeo com atores para o autor Negrão, durante reunião na quinta-feira, em São Paulo.
Até aqui, já estão certas as presenças de Paola Oliveira, Juliana Paes, Eva Wilma, Laura Cardoso, Lima Duarte, Julia Lemmertz, Murilo Rosa e Emilio Orciolo Neto.

Curiosidade
Na última terça-feira, o canal Warner Chanel estreou nova versão do seriado “V – Visitors”.
A novidade é que a atriz principal é uma brasileira, Morena Baccarin.
Foi para os Estados Unidos, menininha, com o pai, o jornalista Fernando Baccarin. Ele ficou 25 anos na Globo em NY. Hoje, de volta ao Brasil, trabalha como editor do Wagner Montes na Record.
 
Cálculo diferente
A direção da Record, inclusive considerando o que aconteceu no passado, agora pensa em apresentar a sua próxima “A Fazenda” em um período diferente.
O programa deve começar em setembro, no embalo da primavera, e terminar um pouco antes do Natal. Assim sim.
 
Fiel da balança
Durante toda esta semana, a partir das notícias de mudança que saíram daqui, o “TV Fama” da Rede TV! ocupou grande presença na mídia.
Mas o mais importante é outra coisa. Pessoal que mexe com programação, que realmente entende disso, informa que este programa é o fiel da balança na faixa das 8 da noite. Nem tem uma audiência muito alta, mas faz a diferença.

BATE E REBATE
* Michel Serdan, com o seu “Gigantes do Ringue”, estréia neste domingo, a partir das 10 da noite, pela rede NGT – canal 48 UHF. Tem público certo.

* Gilberto Barros recebeu, sim, um chamado da Rede TV!. Mas como convidado do “Mega Senha”, que será exibido nas noites de quinta-feira.

* Outra aposta do mesmo programa é a ex-BBB Ana Carolina. Aliás, o que viram nessa menina?

* Direção da Globo entende que “Caminho das Índias”, de Glória Perez, vai romper a marca de 100 países, nas próximas feiras de TV. Empolgação não falta.

* Cecília Dassi, jovem atriz, também entra para o time dos pouco aproveitados em “Viver a Vida”, na Globo. Em muitas situações ela nem tem diálogos.

* No início, falaram que ela era uma das apostas da novela de Manoel Carlos.

* O vice da Rede TV!, Marcelo Carvalho, tem se saído bem nos pilotos do reality “Mega Senha”. Está sur-preendendo positivamente.

* A Globo continua promovendo reuniões frequentes com as suas afiliadas de todo o país. Há uma grande integração.

* No SBT, no passado, também já foi assim. Hoje lamentavelmente não é mais.

* Muitos perguntam da Regina Duarte, mas não há para ela nenhum trabalho previsto na Globo.

* Camila Pitanga não ficará muito tempo afastada do Projac. Depois de “Cama de Gato”, ela retoma seu trabalho no programa “Som Brasil”.

Regra três
Durante a permanência de Mylena Ciribelli na África, para a cobertura da Copa do Mundo, o “Esporte Fantástico”, exibido aos sábados pela Record, voltará a ser comandado por Thalita Oliveira.   

C´est fini
A Globo inicia hoje no Bourbon, em Foz do Iguaçu, a sua convenção anual. O encontro de todo o seu comercial e marketing vai até quarta-feira.
“S.O.S. Emergência” estreou na Globo com 5 programas gravados. A ordem agora é tirar o pé do acelerador, ir com mais calma, até mesmo para tomar a “temperatura” do público. 
Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!