Política local 15/04/2010

“Eu não tenho hoje dúvida alguma que o senador Tião Viana ganha no primeiro turno”.

Vereador Astério Moreira (PRP) sobre a disputa do governo.

 Show de amadorismo
Ante o show de amadorismo do setor de inteligência da Polícia Civil na elucidação do seqüestro e morte do menor Fabrício, o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Aleac, deputado e delegado Walter Prado (PDT), resolveu entrar ontem no caso, acionando os mecanismos legais para tentar desvendar a nebulosa versão de um crime onde não há até aqui o cadáver.

Rindo e palitando
O moço tido como autor pode sair desta rindo e palitando os dentes. Basta dizer em juízo que inventou a história ou foi torturado para confessar o crime, até aqui sem materialidade.

Lógica jurídica
E o juiz vai ter que soltá-lo, pois se não há a materialidade (cadáver) não há crime a punir.

Campanha na rua
Márcio Bittar (PSDB) está desde ontem com a campanha na rua, para ser o mais votado da oposição à Câmara Federal, numa chapa onde estão Ilderley, Sérgio Barros e Antonia Lucia.

Única resposta
Márcio Bittar está consciente de que a única maneira dele dar o troco aos que fritaram a sua candidatura ao Senado na oposição é sair com uma votação estrondosa para deputado federal.

Povos da Amazônia
O fotógrafo Odair Leal fará exposições com o tema “Povos da Amazônia”, dia 20, no Tribunal de Justiça e 28 no MPE, que merecem ser prestigiadas.

Ela voltou…
Ela voltou a atacar, desta feita, num texto sobre o Peru, e os “os pratos gourmert” andinos.

Me socorrei
Nossa Senhora dos Aflitos, socorrei-me, eu não agüento mais, meu colesterol explode!

Quase fechado
Numa conversa que começou na última viagem ao Peru, os deputados Walter Prado (PDT) e Thaumaturgo Lima (PT), selaram ontem uma dobradinha de apoio mútuo na campanha.

Corpo presente
A notícia dada ontem por ambos, de corpo presente à imprensa, implica em Prado apoiar Thaumaturgo para deputado federal, e este retribuindo com apoio à Prado para a reeleição.

Mão no bolso
O deputado Luiz Tchê (PDT) exibia ontem comprovante de pagamento de uma multa de R$ 5 mil ao TRE, fruto de uma condenação por ter patrocinado a “Copa Tchê de Futebol Amador”.

Só eu?
Tchê perguntava ontem: que punição  terão os apresentadores de rádios e televisões candidatos, que todos os dias usam os seus horários para se promover abertamente?

Cadê a coragem?
O deputado N. Lima (DEM) teceu ontem ironias na Aleac aos programas policiais na televisão, que só atacam os bandidos, mas, não atacam os responsáveis pelo aumento da violência.

Denúncia a checar
Denúncia do deputado Donald Fernandes (PSDB) ontem na Aleac: “lotes de hipoclorito de sódio estão armazenados no prédio da antiga Cageacre, no Bosque, em meio a ratos”.

Espaço aberto
Fica o espaço aberto para o secretário Osvaldo Leal confirmar ou contestar a acusação.

Nas entrelinhas
Quem assistiu a última entrevista do deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) na televisão não deixou passar despercebido quando ele disse que não é candidato só, mas, do projeto da FPA.

Aviso aos navegantes
Foi um aviso sutil a setores do PT que torcem a cara para a sua candidatura ao Senado.

Na mão de Jorge
O deputado Zé Carlos (PTN) dizia ontem não estar muito preocupado em que coligação da FPA disputará a reeleição: “deixei na mão do Jorge Viana: onde me colocar não tem problema”.

Duas vertentes
O PTN pode ir para uma coligação com o PSB ou entra no chapão com PT e PDT.

Mudando de comando
Existem conversas em Brasília para o PHS mudar de comando, no Acre, indo para a oposição.

Tanto faz
O PHS estar na FPA como na oposição, tanto faz: sua militância no Acre cabe numa moto 125, não tem um deputado e também nenhum vereador. Ou seja, o partido só tem mesmo o nome.

Só se não quiser
Depois da afirmação do Binho que o PV deve por mérito indicar o primeiro suplente na chapa do Senado de Edvaldo Magalhães, isso só não vai acontecer se os verdes não quiserem.

Carimbo dado
Foi praticamente um carimbo dado a favor da indicação do Dr. Julinho (PV).

Registro
Recebi e-mail em que diz que a coluna é “desinformada” e que a prefeita Leila Galvão não foi passear na China, mas buscar um “intercâmbio de idéias” para aplicar na sua gestão.

Quem é mal informado?

Sou tão informado que vou lhe passar a agenda oficial a ser cumprida pela prefeita Leila Galvão, que nem você sabe: fica 4 dias em Dubai para visita ao maior shopping do mundo, com destaque para o setor de jóias em ouro 21 quilates, e um city tour no deserto com direito a um jantar em tendas tuaregues. Na China, consta também da agenda visita ao famoso mercado de vendas de puras sedas  e uma caminhada sobre a milenar muralha chinesa. Qual é o aprendizado que a nossa brava Leila vai tirar dessas visitas para alavancar a sua gestão?

Assuntos desta notícia

Join the Conversation