Política local 20/04/2010

“O pastor Agustinho é um homem de Deus: qualquer campanha contra ele merece repúdio”.

Vereador Astério Moreira (PRP).

Falando de esporte
Um dos poucos pontos positivos do governo Binho é o investimento no esporte. O Rio Branco, ao importar esse Pugliesse, técnico inexpressivo, que não pôs o Luverdense nem entre os quatro melhores do medíocre campeonato de Mato Grosso do Sul, e uma cambada de perna-de-paus do time que treinava, é querer jogar o dinheiro público de novo no ralo da derrota.

Técnico de vergonha
Peguem um técnico de bagagem do interior paulista, contratem jogadores que disputaram o paulistão, que com o fim do campeonato ficarão sem mercado, ou o dinheiro vai para o ralo.

Rasteira certeira
O candidato a deputado federal Idésio Frank (PT) não larga o muro das lamentações, praguejando contra a rasteira política que levou do presidente do PT, Leonardo Brito.

Patinando na maionese
Idésio tem lamentado para amigos próximos que contou toda sua estratégia de campanha para Leonardo Brito, e dias após, este saiu candidato, deixando-o patinando na maionese.

Concorrência desleal
Falando no Leonardo Brito, o que tem de reclamação no partido pelo fato dele disputar uma vaga na Câmara Federal, sem ter se afastado da presidência do PT, não está escrito na Bíblia.

Aceitação expressiva
Quem acompanhou o ex-governador Jorge Viana no fim da semana passada a municípios do Vale do Acre conta que chega a ser impressionante o carinho com que é recebido pelo povão.

Bufando de raiva
O vice-prefeito de Brasiléia, Deurismar Campos (PSB), anda bufando contra a prefeita Leila Galvão (PT), que faz questão de manter o dispositivo que o impede de assumir a prefeitura.

Gota de água
O fato de na sua recente viagem à China, a prefeita Leila Galvão ter dado posse a uma prima ocupante de cargo de confiança e não deixá-lo assumir interinamente foi a gota de água.

Nada me divertiu
Mesmo sendo fluminense, nada me divertiu tanto no domingo último do que a derrota daquele time e a conseqüente conquista do campeonato pelos botafoguenses.

Candidatura confirmada
O major PM Wherles Rocha esteve no fim de semana no encontro do PMDB, em Brasiléia, e deu como confirmada sua candidatura a vice-governador de Rodrigo Pinto, faltando só oficializar.

Mera dedução
O comentário é mera dedução, espécie de faro político: ninguém se admire se no fervor da campanha, o prefeito Wagner Sales (PMDB) descarregar votos em Sérgio Petecão (PMN).

Pesquisa decisiva
Segundo fonte que sabe tudo de PMDB, basta que as pesquisas apontem que Petecão é o único nome da oposição capaz de ganhar uma das vagas do Senado, para que isso ocorra.

 Não se suportam
Não é preciso alongar a conversa com Márcio Bittar (PSDB) e com Tião Bocalom (PSDB) para sentir que ambos não se suportam e que irão para o mesmo palanque só na aparência.

Carrasco assumido
Tião Bocalom foi o principal articulador para detonar a candidatura de Márcio Bittar ao Senado.

Votos complementares
O ex-prefeito de Feijó, Francimar Fernandes (PT), deve vir com boa votação daquele município, mas, se quiser eleger-se tem que buscar votos complementares em outros redutos.

Ninguém se elege
Fora Cruzeiro do Sul, nenhum candidato de outros municípios, mesmo bem votado, se elege só com os votos de seu reduto: foi assim com o Merla (PT) em Feijó e tantos outros.

Cobrar a fatura
Amigos do ex-prefeito Nílson Areal dizem que ele vai exigir como contrapartida por ter sido leal à FPA, que o candidato da coligação na nova eleição para prefeito saia do seu grupo.

Rei morto….
Em política, rei morto é rei posto. É muita ingenuidade apostar que o comando da FPA vai preterir o nome do prefeito Wanderley Zaire, e assim dar a vitória à Toinha Vieira (PSDB).

Apostando tudo
O candidato ao governo, Rodrigo Pinto, voltou embarcar para fazer campanha no Juruá. Aposta as suas fichas na região para atingir sua meta principal: derrotar Tião Bocalom (PSDB).

Cabo-eleitoral
O deputado Mazinho (PSDB) é o principal cabo-eleitoral da candidata à deputada federal Antonia Lucia, fruto de um acordo com seu marido, deputado federal Silas Câmara (PSC).

Alerta vermelho
O candidato ao governo, Tião Viana (PT), segundo pastores insuspeitos politicamente, deveria dar prioridade às conversas com a comunidade evangélica, onde o PT perdeu a hegemonia.

Nunca esteve
A oposição, segundo essas fontes, nunca esteve tão forte entre os evangélicos como agora.

Bela administração

Quem caminha célere para fazer uma administração com mais pontos positivos do que a sua primeira gestão é o prefeito de Rio Branco, Raimundo Angelim, que diferente de alguns pífios gestores do seu partido, alia o trabalho à humildade e à competência. Angelim conseguiu no período que governa a Capital tratar os políticos com respeito, somando dessa maneira  o lado técnico com o político, se tornando assim o grande cabo-eleitoral  do PT da eleição deste ano.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation